Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

Dez conselhos para se preparar para as próximas eleições

Por Paulo Ribeiro 

Boas intenções não são suficientes. Todo programa político deve ser tratado com ceticismo.
 
1 – Pense e reflita seriamente sobre a política e não apenas tenha um posicionamento partidário. 
 
2 – Faça uma ponderação filosófica sobre a natureza da história, do bem e do mal, do poder, da lei, da misericórdia e da justiça.
 
3 – Use a virtude da prudência, e não o pragmatismo ou utilitarismo como se estivéssemos avaliando atos por suas consequências ou interesses pessoais.  
 
4 – Lembre se que boas intenções não são suficientes.  Precisamos de boas intenções – se isso significa desejo do que é bom – mas essas têm que estar em harmonia com o que é possível em situações reais, e possibilidades de ações humanas.
 
5 – Seja capaz de aprender com a experiência, ouvir e aceitar conselhos. Esteja aberto ao inesperado, e julgue com cuidado o futuro, com especial atenção aos objetivos desejados.
 
6 – Tenha cuidado como fala e argumenta. Devemos nos expressar de modo acessível e amigável para com todos, mesmo com aqueles que tenham opiniões diferentes ou os que pensam que política é irrelevante. 
 
7 – Não esqueça que todo programa político deve ser tratado com ceticismo. Um objetivo nobre pode ser implementado de forma tão rígida que pode se tornar injusto e problemático. 
 
8 – Lembre se que a política não nos dá soluções simples e claras. Apenas significa que aceitamos a responsabilidade em avaliar e questionar o que os governos fazem. 
 
 
 

9 – Envolva-se lembrando que mudança política requer trabalho contínuo: escrevendo, organizando grupos de interesse, testando novas ideias, preparando novas políticas etc, e que a política não é algo feito no calor da emoção; é mais como educar uma família, que fazer uma estratégia para vencer um jogo de futebol. 
 
10 – Finalmente, lembre-se que política requer comprometimento de longo prazo, paciência, estabilidade e grande atenção aos detalhes do dia a dia. Não podemos perder a esperança ou sucumbir ao cinismo. E, mesmo com algum sucesso, a ação política não vai produzir utopias, mas pode fazer diferença entre vizinhanças inseguras ou comunidades tranquilas; entre pessoas com fome e segurança econômica, entre outras diferenças que podem transformar um país.
 
>> Conheça a série Democracia e Fé Cristã, que reúne artigos, livros e estudos bíblicos sobre o tema <<

 
Doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade de Manchester, na Inglaterra, foi Professor em Universidades nos Estados Unidos, Nova Zelândia e Holanda, e Pesquisador em Centros de Pesquisa (EPRI, NASA). Atualmente é Professor Titular Livre na Universidade Federal de Itajubá, MG. É originário do Vale do Pajeú e torcedor do Santa Cruz.
>> http://lattes.cnpq.br/2049448948386214
>> https://scholar.google.com/citations?user=38c88BoAAAAJ&hl=en&oi=ao

Pesquisa publicada recentemente aponta os cientistas destacados entre o “top” 2% dos pesquisadores de maior influência no mundo, nas diversas áreas do conhecimento. Destes, 600 cientistas são de Instituições Brasileiras. O Professor Paulo F. Ribeiro foi incluído nesta lista relacionado a área de Engenharia Elétrica.
  • Textos publicados: 49 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.