Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Por Escrito

Contentamento: “Ainda que a figueira não brote...”

Por Maria Luiza Rückert
 
“Ainda que a figueira não brote e não haja fruto na parreira, ainda que a oliveira negue o seu fruto e o campo não produza colheita, ainda que as ovelhas desapareçam do curral e não haja gado no estábulo, eu me alegrarei no Senhor e exultarei em Deus, meu Salvador. Meu Senhor Javé é a minha força, ele me dá pés de gazela e me faz caminhar pelas alturas.” (Habacuque 3,17-19)

Esse texto profético é um salmo que inicia descrevendo uma realidade triste, de carência, mas finaliza com alegria, louvor e confiança no Senhor.

Observando o ser humano em sua busca frenética por felicidade, constatamos que ela, a felicidade, parece estar sempre “naquilo que nos falta”. Somos insaciáveis. Trata-se, porém, de uma fome e de uma sede mais profundas.

O profeta Habacuque nos traz uma proposta clara, concreta: alegrar-se no Senhor, também nos tempos de carência, quando falta aquilo que desejamos.

Há algum tempo, um senhor idoso, crente, que faleceu no CTI do Hospital Evangélico, deu-me uma lição de vida inesquecível. Quando lhe perguntei como estava, ele respondeu: “Pastora, o meu fôlego está curto, mas eu respiro no Senhor!” Esse testemunho, que ouvi no CTI, poderia fazer parte desse Salmo do profeta Habacuque.

Temos tempos bons, fáceis e tempos difíceis. Tempo de respiração mais plena e abundante e tempos de fôlego curto. Mas, ele, o Senhor, sempre está e estará bem presente e, em sua presença, podemos respirar com menos ou mais fôlego.

• Maria Luiza Rückert, autora de Capelania Hospitalar e Ética do Cuidado, cursou teologia na Escola Superior de Teologia (EST), em São Leopoldo, RS, e aprofundou seus estudos em clínica pastoral no hospital da Universidade de Minnesota, Estados Unidos. Pós-graduada em ética, subjetividade e cidadania, atuou como capelã no Hospital Evangélico de Vila Velha, ES, durante vinte anos. Maria Luiza também preparou mais de uma centena de voluntários para o ministério de visitação em hospitais e capacitou agentes da Pastoral da Saúde. Site: www.capelaniamarialuiza.org/

Leia mais
» Contentamento apesar do sofrimento
» Por que um Deus que faz milagre permite o sofrimento?
 

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Por Escrito

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.