Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

Se os filmes falassem

Vem aí mais uma festa da indústria do cinema. Domingo, dia 24, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood vai entregar o Oscar 2013. A eleição dos melhores do cinema acontece desde 1929.

Se Hollywood pode escolher seus melhores, isso não é garantia completa de que vale a pena assisti-los. Isso porque há mais critérios para ver um filme do que a maravilhosa indústria cinematográfica pode supor. Por trás de lindas imagens, efeitos extraordinários e atores eficientes, há uma história, ou melhor, um roteiro. E este roteiro diz muito sobre a maneira de enxergar o mundo de quem o faz.

Para os cristãos em especial, o dilema sempre surge. Consumir qualquer filme (afinal, não passa de um produto de entretenimento e não devemos levá-lo tão a sério) ou não consumir nada (já que é melhor evitar o perigo do que cair na traiçoeira teia da cultura secular)?

Em Cinema e Fé Cristã, Brian Godawa, cristão e roteirista, descortina a indústria do cinema a partir da perspectiva cristã e nos traz um guia para assistirmos filmes com sabedoria e discernimento:

“Meu objetivo aqui é aumentar a apreciação da arte. Quero informar o leitor sobre a natureza da narração de histórias a analisar com as visões de mundo são comunicadas na maioria dos filmes de Hollywood. Assim, poderei contribuir com a habilidade do espectador de discernir as ideias que estão sendo comunicadas. À medida que os líderes afiam sua percepção dos filmes, eles tornam-se mais capazes de discernir as coisas boas das ruins e evitar os extremos da deserção (anorexia) cultural e da imersão (glutonaria) cultural.”

Antes de correr para assistir os “melhores filmes do ano”, segundo Hollywood, leia Cinema e Fé Cristã. Certamente, vai ajudá-lo a se divertir com inteligência e coerência.


Leia mais
A redenção das sete artes: cinema (Eugenio Petraconi)
Cinema e igreja entre o real e a ficção (Leandro Gonçalves Lança)
A arte não precisa de justificativa (H. R. Rookmaaker)
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1134 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.