Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

Os mais lidos e os mais vendidos de 2020

O conhecido “dilema Tostines” – o livro é bom porque vende mais ou vende mais porque é bom? – sempre aparece nas avaliações de fim de ano. Afinal, livro vendido não significa livro lido.
 
Aqui na Ultimato em 2020, como em boa parte das casas do ramo, os números iniciais retratam o mau humor das ruas. É verdade também que o segundo semestre trouxe algumas boas notícias, além da retomada de lançamentos e o retorno do respeitável público.
 
Na web, publicamos um número recorde de artigos, estudos bíblicos, devocionais diárias, entre outros recursos online. Confira os mais lidos e também os livros mais vendidos em 2020:
 
OS LIVROS
 
> O Discípulo Radical, John Stott
Nosso livro mais vendido nos últimos 10 anos continua relevante e como primeiro da lista.
 
No ano da morte do teólogo inglês J. I. Packer, Ultimato publica as suas meditações diárias, selecionadas do seu livro clássico, O Conhecimento de Deus.
 
De um lado, o biólogo, ateu-celebridade e espécie de divindade da ciência para alguns; e, de outro, o apologista e mais influente pensador cristão de sua época.
 
> A Arte e a Bíblia, Francis Schaeffer
Um clássico. Obra fundamental para cristãos atuantes no mundo das artes.
 
Para Rookmaaker, as coisas têm valor por aquilo que são, e não pelas funções que exercem, por mais que estas sejam importantes.
 
Por que o que acreditamos nem sempre combina com o que sentimos? Um livro prático e cheio de preciosidades para a vida cristã diária.
 
O primeiro volume da série de comentários do Novo Testamento “Lendo a Bíblia com John Stott”. Uma série prática e fácil de ler.
 
A jornada espiritual e um dos mais belos e inteligentes relatos da caminhada de uma pessoa em direção à fé cristã.
 
> Lendo os Salmos, C. S. Lewis
 O livro da Bíblia mais querido e mais lido pelos cristãos pelo olhar de um gigante do nosso tempo.
 
Com clareza e sabedoria bíblica, John Stott evita o academicismo, ao mesmo tempo em que mostra a essência, o significado e a aplicação do texto bíblico.
 
OS ARTIGOS
 
Plano de contingência da epidemia de coronavírus para igrejasAssociação Médica Ágape

“Até aqui nos ajudou o Senhor”Ronaldo Lidório

C. S. Lewis e a ameaça do novo coronavírusRosifran Macedo

10 medidas para prevenir o coronavírusMédicos de Cristo

Não sou mais evangélico. Um verbicídio aconteceu: a palavra foi assassinadaPaulo Ribeiro

Coronavírus. Oração não é prevenção. Prevenção não é oraçãoEditorial

Suicídio de pastores e líderes – uma reflexão necessáriaMarcos Quaresma

Minando o racismo: quando a igreja tenta ser politicamente correta, ela se torna patéticaN. T. Wright

Cristãos à espera de um MessiasHelder Nozima

Uma resposta cristã às teorias da conspiraçãoDeborah Haarsma, Jim Stump e David Buller
 
É diretor editorial da Ultimato.
  • Textos publicados: 191 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.