Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

O que muda no trabalho com desenvolvimento integral com o novo governo?

As diretrizes já anunciadas pelo novo governo permite antever algumas tendências e implicações para a igreja e para o movimento missionário brasileiro a partir de 2019.

Ultimatoonline publica uma série de perguntas feitas a líderes brasileiros em missão sobre temas e campos específicos de atuação. A matéria completa foi publicada pela revista Ultimato, na sua primeira edição de 2019.

Quais os possíveis efeitos para o trabalho de igrejas e organizações cristãs que trabalham com desenvolvimento integral?

Raissa Rossiter: A Visão Mundial (VM) está no Brasil há mais de quarenta anos trabalhando ao lado de igrejas, comunidades e governos nos diversos níveis na busca da transformação integral com foco na proteção da criança. Nesses anos, a VM passou por vários momentos onde o Brasil viveu instabilidade social, econômica e política e, pela graça de Deus, continuamos aumentando o nosso impacto na vida das crianças, suas comunidades e famílias.

Com a crise financeira e política que o Brasil vive nos últimos anos, com a forte ênfase em ajustes econômicos e o crescimento do desemprego, mantemos os olhos atentos nos possíveis impactos que essa realidade pode causar ao ministério da Visão Mundial. Estudos apontam o aumento da pobreza e, como a pobreza no Brasil atinge mais diretamente as crianças, adolescentes e jovens, o desafio de continuar abençoando essas vidas será ainda maior.

Outro tema preocupante é a grande onda de violência que atinge nossa sociedade. Em 2017 foram 63 mil homicídios; desses, 50% envolveram jovens de 15 a 29 anos. Os índices de homicídios têm crescido especialmente no Nordeste do Brasil e em territórios mais pobres e vulneráveis das grandes cidades onde a Visão Mundial tem maior presença.

Com a crise econômica e a consequente diminuição de recursos para a educação, saúde e segurança pública, a tendência é o aumento das vulnerabilidades das crianças, suas famílias e comunidades. Especialistas indicam que o Brasil terá anos difíceis pela frente por causa de todos os ajustes fiscais e o foco dado pelo governo à economia e a redução de direitos em detrimento das vidas humanas. Apesar desse quadro preocupante, nós cremos no Deus que cuida de todos e todas, mas que tem um carinho especial para os mais pobres e vulneráveis, de maneira que estamos confiantes que seguiremos avançando na parceria com as igrejas, poder público, empresas e outras organizações para garantir vida plena para todas as crianças, adolescentes e jovens do Brasil.

• Raissa Rossiter é diretora nacional da Visão Mundial Brasil e membro da Igreja Presbiteriana Esperança, em Brasília, DF.
> Confira a matéria completa, Tendências dos caminhos da missão em 2019, na edição 375 da revista Ultimato.

Leia mais
» Missões entre os surdos
» Como iniciar um ministério com surdos na igreja
» Breve trajetória de missões com surdos: a plantação igrejas em Libras

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.