Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

C. S. Lewis em tempo de eleição: O “bulverismo” é uma falácia lógica

Por Paulo F. Ribeiro

O “bulverismo” é uma falácia lógica.

O método do Bulverismo, termo criado por C.S. Lewis, é: "assumir que seu oponente está errado e explicar seu erro".

O Bulverista assume que o argumento do oponente é inválido ou falso e então explica porque ele chegou a cometer esse erro, atacando suas motivações. Acusa-se um argumento de estar errado com base na identidade ou nos motivos do argumentador. No entanto, estritamente falando, tanto a identidade como as razões do argumentador são irrelevantes para a validade do argumento.

O termo foi criado por Lewis para zombar de um erro grave na sociedade, que ocorre frequentemente em debates religiosos, políticos e filosóficos.

Assim, segundo tal método, você deve mostrar que uma pessoa está errada antes de começar a explicar por que ela está errada. O método é assumir sem discussão que ela está errada e depois distrair sua atenção explicando como ela se tornou tão boba.

Ao longo dos últimos quinze anos, afirma Lewis:

“Encontrei esse vício tão comum que precisei inventar um nome para ele. Eu chamo de bulverismo. Algum dia vou escrever a biografia de seu inventor imaginário, Ezekiel Bulver, cujo destino foi determinado aos cinco anos de idade quando ouviu sua mãe dizer ao pai – que sustentava que os dois lados de um triângulo eram juntos maiores que um terceiro: ‘Oh você diz isso porque você é um homem’.”

"Naquele momento, Ezekiel Bulver apareceu em minha mente e disse a grande verdade de que a refutação não é parte necessária do argumento. Suponha que seu oponente esteja errado, explique o seu erro e o mundo estará aos seus pés. Tentar provar que ele está errado ou (pior ainda) tentar descobrir se ele está certo ou errado e o dinamismo nacional de nossa época vai empurrá-lo para a parede”. É assim que Bulver se tornou um dos criadores do século XX.

Não seja um Ezekiel Bulver nos debates políticos – investigue os fatos – use o método socrático – seja humilde – talvez chegue a verdade.

• Leia Mais

» Bulverismo, ou os fundamentos do pensamento do século XX
» C. S. Lewis em tempo de eleição: os cristãos e as alianças políticas
» C. S. Lewis em tempo eleição: A tentação de dizer “Assim diz o Senhor” quando conversamos sobre política
» C. S. Lewis em tempo de eleição: Os cristãos e a moralidade
» C. S. Lewis em de tempo eleição: “O que é justo” versus “o que funciona” 
Doutor em engenharia elétrica pela Universidade de Manchester, na Inglaterra, é pesquisador e professor na Universidade Federal de Itajubá, MG. É originário do Vale do Pajeú e é torcedor do Santa Cruz.
  • Textos publicados: 10 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.