Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

O VALE de lama não VALE

VALE de lama não VALE

‘’Ainda que eu andasse pelo VALE da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam’’.
(Salmos 23:4)

A tragédia coletiva em Brumadinho, MG, demonstra a fragilidade do ser humano ante as forças da natureza, suas próprias paixões e irresponsabilidade ambiental. Os conceitos religiosos diante desse infortúnio e sofrimento não conseguem acalmar as ansiedades e as dores dos sentimentos daquelas vítimas do descaso e da ganância dos grandes que detêm o poder no país.

Não VALE dizer que essa tragédia é da ‘’vontade de Deus’’, para o conforto moral e esperança nas suas vítimas. Ela é de autoria da criatura humana através de seus próprios atos irresponsáveis que buscam vantagens imediatas sem considerarem as consequências que fatalmente virão com o decorrer do tempo. Deus está fora desse ‘’negócio’’.

A ferida ficará como um VALE aberto na memória de todos nós, brasileiros, que com tanta dor e lama não sabemos para onde correr.

VALE é um lugar verdejante, planície entre montes, uma depressão alongada e quase sempre banhada por um rio.

VALE é uma mineradora multinacional brasileira e uma das maiores operadoras de logística do país. É uma das maiores empresas de mineração do mundo e também a maior produtora de minério de ferro, de pelotas e de níquel. E que destruiu sonhos e vidas de pessoas simples, honestas e trabalhadoras...

VALE de ossos secos, ficou nossa querida Brumadinho, terra de lindos Vales e montanhas verdejantes. Essa comparação nos leva ao capítulo 37 do livro do profeta Ezequiel que narra uma visão dada pelo Espirito de Deus, onde ele foi levado ao meio de um vale (uma espécie de cemitério) cheio de ossos de pessoas, que estavam totalmente secos, o que demonstra que essas pessoas haviam morrido há um bom tempo (Ezequiel 37:1-2). A seguir Deus faz uma pergunta a Ezequiel, se era possível que aqueles ossos voltassem à vida. Essas vidas da tragédia não voltarão.

A vale do rio doce, com letras minúsculas, tornou-se lugar onde ninguém deseja passar, pois nesse lugar sonhos foram metralhados pela irresponsabilidade, projetos foram apedrejados pela desesperança, e muitos correram da lama e foram tragados e não mais se levantarão, poucos se levantaram e caminham desiludidos.

Mas ainda VALE acreditar que há esperança, mesmo que ‘’ainda andemos pelo VALE da sombra da morte, não temeremos mal algum, porque Tú estás conosco; a tua vara e o teu cajado nos consolam’’.
Contagem - MG
Textos publicados: 22 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.