Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

Ultimato "lê" Rick Warren e "A Cabana"

A edição de maio-junho da revista Ultimato, em circulação desde a primeira semana de maio, tem na capa duas chamadas sobre os best-sellers "A Cabana", de William Young, e "Uma Igreja com Propósitos", de Rick Warren.

Em A Cabana precisa de N. T. Wright, Ronald Sider não economiza elogios e insiste na leitura imediata do que pode ser chamado de “blockbuster” da última estação. No entanto, Sider também aponta o quê, na sua opinião, é um problema conhecido dos cristãos e escancarado da obra: um evangelho individualista, que busca a “cura pessoal”, a “salvação de almas individuais”. O que "A Cabana" “descreve de forma tão maravilhosa é bom e verdadeiro”, mas falha ao não sugerir que “o evangelho afeta as estruturas sociais”, que vale a pena trabalhar por justiça, e ao não mencionar uma palavra sobre o “plano de Deus de fazer todas as coisas novas”. Como “remédio”, Ronald Sider sugere a leitura, tanto para William Young como para os seus leitores, de N. T. Wright e seu "Surpreendido pela Esperança" (no prelo).

Rick Warren é desconstruído por Ricardo Quadros Gouvêa. Depois de ter o seu artigo Quarenta livros que fizeram a cabeça dos evangélicos nos últimos quarenta anos bombardeado — e também bastante elogiado, diga-se —, Ricardo volta sua verve para Um exercício em leitura crítica, sobre um sucesso de público e de crítica dos evangélicos: "Uma Igreja com Propósitos". Para o colunista, trata-se do “sucesso de ter no sucesso um propósito de vida pessoal e ministerial”. Um achado. Assim, avaliamos a bênção de Deus pelos números, em reais, dólares ou cabeças. E, depois, não entendemos por que percebemos nas nossas igrejas vaidade, corrida pelo poder, busca desesperada por prestígio e holofotes. Trata-se de uma espécie de “teologia da prosperidade, só que aplicada às igrejas, em vez de aplicada a indivíduos”. Boa leitura.
É diretor editorial da Ultimato.
  • Textos publicados: 179 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.