Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Refugiados são recebidos em “babel do bem”

Dez pessoas morando juntas, e nenhuma fala a língua do outro. Como conviver? Como se entender?

“Parece uma babel”, brinca o missionário José Prado, líder da Missão Dignità, que acolhe refugiados, principalmente do Oriente Médio, no sul do Brasil.

Prado ainda não pode identificar seus nomes, mas isso não o impede de contar a história de cada um desses refugiados.

Um fugiu das bombas da Síria; outro, da perseguição feroz a cristãos, no Paquistão; outro, das garras de um grupo terrorista após sua conversão; e ainda outro, da guerra civil do Iêmen.

Nessa nova fase de reconstrução da vida, os norte-americanos precisam de tratamento médico e psicológico, de emprego, de escola.

Por enquanto, estão recebendo a ajuda básica necessária, graças ao apoio de José Prado e sua equipe, que esperam a vinda de mais missionários até o início do segundo semestre para ajudar no cuidado dos refugiados que chegam nessa incomum “babel do bem”.

Por Lissânder Dias. Texto publicado originalmente na edição 372 da revista Ultimato.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.