Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

João Ferreira de Almeida, o primeiro tradutor

Aconteceu há... 328 anos

No dia 6 de agosto de 1691 faleceu João Ferreira de Almeida, o primeiro tradutor da Bíblia para a língua portuguesa, em Batávia, hoje Jacarta, capital da Indonésia. Almeida nasceu em Lisboa em 1628. Com 14 anos de idade, leu um folheto escrito em espanhol sobre “A Diferença da Cristandade da Igreja Reformada e Romana” e se tornou calvinista. Ele traduziu todo o Novo Testamento e quase todo o Velho Testamento (de Gênesis a Ezequiel, 48.21). A impressão foi custeada pela Companhia Holandesa das Índias Orientais. A obra tem sido revisada várias vezes. A Sociedade Bíblica do Brasil gastou dez anos para apresentar uma edição revista e atualizada da tradução de João Ferreira de Almeida. É a versão mais usada pelos crentes brasileiros.

Texto originalmente publicado na edição 366 de Ultimato.

Leia mais:
» Jan Huss, mártir protestante
» Charles Wesley, o Trovador de Deus

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.