Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Ações simultâneas na Justiça preocupam jornais e jornalistas

(ALC) A Associação Brasileira de Imprensa (ABI), a Associação Nacional de Jornais (ANJ) e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) repudiaram, em nota à imprensa, a “ação orquestrada” de fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) contra jornais e jornalistas contestando matérias publicadas. A ANJ pede a reforma da Lei de Imprensa.

Até agora, informa a repórter Priscyla Costa, do sítio Consultor Jurídico, são 96 processos de fiéis da Universal, impetrados em Juizados Especiais em dezenas de cidades do interior do país, o que dificulta a defesa dos acusados.
Causas idênticas, com praticamente o mesmo texto argumentativo e citações bíblicas, foram ajuizadas em 47 cidades pequenas como Santa Luzia e Cajazeiras, no Estado de Pernambuco, Bom Jesus da Lapa e Canavieiras, no Estado da Bahia, Alegre e Barra de São Francisco, no Estado do Espírito Santo, Bataguassu, no Estado do Mato Grosso do Sul, Jaguarão, no Estado do Rio Grande do Sul.

Segundo o jornal Valor Econômico, ocupar a Justiça em 19 Estados, em municípios remotos, tem uma clara intenção: impedir que os acusados possam se defender. Uma das audiências, aponta Priscyla Costa, aconteceu numa cidade do Estado do Amazonas, que fica a 300 quilômetros de distância da capital, Manaus, e que só é alcançável por barco. A viagem leva, no mínimo, dez horas.

Nos processos movidos contra a Folha de São Paulo, fiéis argumentam que a autora da reportagem “Universal chega aos 30 anos com império empresarial”, a jornalista Elvira Lobato, com 35 anos de profissão, “insinuou” que os membros da igreja são pessoas não-idôneas e que o dízimo que eles pagam é produto do crime. Sustentam, ainda, que são alvo de chacota e gozações por parte de terceiros, tipo “você é trouxa de dar dinheiro para essa igreja”.

Na reportagem, a repórter Elvira Lobato relatou que uma das empresas da IURD, a Unimetro, ligada à Cableinvest, está registrada no paraíso fiscal da ilha de Jersey, no Canal da Mancha. “O elo aparece nos registros da empresa na Junta Comercial de São Paulo. Uma hipótese é que os dízimos dos fiéis sejam esquentados em paraísos fiscais”, escreveu a jornalista da Folha.

“Eu nunca desrespeitei os fiéis, nunca falei que o dinheiro deles é sujo”, disse a repórter ao Portal Imprensa. “Não sou inimiga da igreja. Meu trabalho é informar”, acrescentou. Os fiéis ingressaram em Juizados Especiais, nos quais o acusado, como pessoa física, tem que estar presente. “Isso seria inviável, porque, em alguns casos, tem duas audiências no mesmo dia em lugares completamente diferentes”, explicou Elvira. Leia mais.

Fonte: www.alcnoticias.org


Leia o que Ultimato publicou sobre o assunto
Juiz condena fiel a pagar multa e custos de processo movido contra jornal

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.