Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

A Páscoa em tempos de isolamento: nós celebramos

Por Ultimatoonline 
 
Mesmo em tempos de crise é preciso lembrar a verdadeira Páscoa: na sexta-feira, Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (Jo 1.29); e, no domingo, ele é o Leão da tribo de Judá (Ap 5.5).
 
É preciso também celebrar a Páscoa e agradecer por todos os seus benefícios.
 
Para ajudar o leitor a lembrar e a celebrar, Ultimato colocou a disposição do leitor artigos e podcasts devocionais, lembrando o ministério e a crucificação de Jesus, o ferido de Deus, a ceia do Senhor e a ressurreição. Confira.
 
Ler, ouvir e compartilhar os acontecimentos da primeira páscoa, da primeira Sexta-feira Santa da história e também o domingo da ressurreição é, no mínimo, uma lembrança da nossa própria história, de quem somos e por que cremos. 
 
A graça aguça agora
o grande grito guardado,
grudado em meu peito.
Garante ao gemido, 
gigante escondido:
podes ser revelado. 
 
Boa parte de nossa celebração de Páscoa está centrada em nossa vida comunitária. Contudo, não significa que, em 2020 não teremos uma Páscoa genuína e sincera. Pelo contrário, poderemos reviver experiências singelas e autênticas de uma Páscoa centrada na pessoa de Jesus e o seu sacrifício por nós. 
 
O nosso serviço litúrgico, nessa Sexta-feira da Paixão, talvez seja menos numinoso, todavia, será mais existencial. Recordaremos o Cristo que sofre em cada homem, que padece em cada dor e choraremos cada morte, intercederemos por cada vida, suplicaremos pela perseverança dos que estão na lida diária nos mais variados postos de serviço para aliviar a crise. 
 
A morte, o sepultamento e a ressurreição de Jesus são os elementos da fé cristã que mais levantam dúvidas e, ao mesmo tempo, são também os elementos essenciais e que resumem grande parte das declarações mais antigas da fé cristã. 

Na primeira Páscoa e hoje: "fiquem em casa" | Rubem Amorese
Nesta Páscoa tão especial para o mundo de hoje, firmemo-nos no fato de que as trevas e a morte já foram vencidas. Resta-nos viver a paz que Jesus nos deixou: “não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”.
 
Em tempo, vale lembrar que estão à disposição dos leitores três e-books gratuitos que podem ajudar a responder perguntas como: O que significa a Páscoa? O que representa a simbologia do cordeiro? O que Páscoa revela sobre minha história? Confira:
 
> Para celebrar a Páscoa | Ricardo Barbosa
A Páscoa em pequenos grupos | Lissânder Dias
Nem tudo é sexta-feira | Elben César 
 
Boa Páscoa com alegre celebração por Cristo ressurreto!
 
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1174 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.