Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

A conhecida receita bíblica para tempos difíceis

Por Rute Salviano Almeida
 
“Ele muda os tempos e as estações; remove e estabelece os reis; é ele quem dá sabedoria aos sábios e entendimento aos que conhecem.” (Daniel 2.21) 
 
Chegamos ao outono, estação do ano em que as árvores ficam desnudas, sem folhagem. E, as contemplamos, como são: sem folhas, sem flores, sem frutos. No outono, cessou o calor do verão, ainda não chegou o inverno, mas é tempo de preparação para ele. Pessoas sábias fazem como as formigas e armazenam para o inverno. Em um paralelo espiritual: essa é a época de armazenar espiritualmente para o inverno, para as crises, para o que ainda poderá vir.
 
As folhas são símbolo de motivação, indicam que as flores que embelezam a natureza virão e após elas os frutos também virão e saciarão os que os comerem. Mas, quando tudo isso se esvai, quando o canto dos pássaros cessa, quando as folhas caem, como se posicionará o justo?
 
Enfrentamos, neste outono de 2020, o coronavírus, algo novo e desconhecido e que está causando estragos no mundo inteiro e em todos os setores da sociedade. Como enfrentá-lo? Como manter a fé, a esperança? Como ser expectador passivo, sem ansiedade?
 
É hora de teste, é hora de provar e reconhecer aqueles que confiam em Deus. Aquele que está plantado junto a ribeiros de água, que dá seu fruto na estação própria, cujas folhas não caem, e tudo quando faz prospera (Salmos 1.3).
 
Quando as circunstâncias externas não estão bem, quando a saúde corre perigo, quando a incerteza campeia, quando o medo se instala, quando parece que Deus se esqueceu de seu povo. Quando Ele parece tão distante. Quando nossas orações não funcionam. Quando não sentimos a Sua presença, porque o outono se faz presente em nossa alma, porque nosso ser interior está vazio, desnudo, infrutífero. O que fazer?
 
É tempo de voltar ao primeiro amor, é tempo de buscar conhecimento profundo de Deus, porque é o tempo do fim das aparências, e nada que for superficial bastará nesse momento de crise.
 
É tempo de queda (fall), é tempo de deixar cair, de deixar ir nosso orgulho, nossa prepotência, nosso falso sentimento de segurança, nossa arrogância. É hora de não confiar mais em nós mesmos e entregar todo o controle ao nosso Deus.
 
É tempo de reflexão, de retorno sedento à fonte da Palavra de Deus, de buscar entender o que nosso Senhor quer falar. Em Daniel 12.10, está escrito que os ímpios nada entenderão, mas os sábios entenderão. O que deposita sua confiança em Deus, entenderá. O que não fica ansioso entenderá. O que se alegra no Senhor, entenderá. O que permanece firme nEle, entenderá. O que é bondoso para com seu próximo, entenderá. O que deixa tudo diante do altar de Deus, orando, suplicando e agradecendo, entenderá.
 
É essa a nossa âncora, essa é a corda firme a qual nos agarramos, essa é a nossa segurança, o nosso refúgio, a Palavra de Deus, que não muda e que afirma: "Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti. Confiai no SENHOR perpetuamente; porque o SENHOR Deus é uma rocha eterna" (Isaías 26.3-4).
 
Sabemos que o tempo agora é de reclusão, é de oração, é de clamor e obediência. Como afirma Salomão em Eclesiastes 3: “Tudo tem uma ocasião certa, e há um tempo certo para todo propósito debaixo do céu. Há tempo de abraçar e tempo de deixar de abraçar". E mais: "Tudo que ele fez é apropriado ao seu tempo. Também colocou a eternidade no coração do homem; mesmo assim, ele jamais chega a compreender inteiramente o que Deus fez”.
 
É tempo de preparação para o inverno. É tempo de preparação para o que ainda poderá acontecer e somente firmados em Deus e alimentados por Sua Palavra, resistiremos. Qual é a receita para passar por esse outono, por esse período de instabilidade mundial?
 
A receita é a mesma, é a de sempre, é a bíblica, como a de Paulo aos filipenses 4. 1-7: 
  1. Permanecei firmes no Senhor;
  2. Alegrai-vos sempre no Senhor;
  3. Sede bondosos;
  4. Não andeis ansiosos por coisa alguma (coronavírus incluído);
  5. Façam seus pedidos conhecidos diante de Deus, com orações, súplicas e ações de graça.
E a paz de Deus, que ultrapassa todo o entendimento, guardará o vosso coração e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Maravilhosa promessa, maravilhosa recompensa: desfrutar da paz de Deus.
 
Que, como Seus filhos, mesmo não entendendo completamente, possamos suplicar por sabedoria e reconhecer os sinais dos tempos e sentir a eternidade em nossos corações e sermos movidos por ela, não pelo que vemos, ou pelo aqui e agora.

Nesse outono de provação, de quarentena, de riscos de contaminação, estejamos purificados com a água viva, que é Cristo e ungidos com o óleo do Espírito Santo que protegerá nossa mente e nosso coração. Não nos cabe mais indiferença espiritual, relativismo, ausência de valores morais, mas sim, nos compete, como discípulos de Cristo: empatia pelo próximo, respeito às autoridades e tributo ao nosso Rei dos reis e Senhor dos senhores, o que era, é e há de vir, nosso Deus todo poderoso. A Ele a honra e a glória!
 
Que Ele nos abençoe e guarde em Sua paz! Amém.

• Rute Salviano Almeida é licenciada em Estudos Sociais, bacharel em Teologia (especialização em Educação Cristã), mestre em Teologia (concentração em História Eclesiástica), pós-graduada em História do Cristianismo pela UNIMEP e autora de Uma Voz Feminina na ReformaUma Voz Feminina Calada Pela Inquisição, Vozes Femininas no Início do Protestantismo Brasileiro e Vozes femininas no início do cristianismo, publicados pela Editora Hagnos.
>> Conheça o livro O Caminho – Meditações Diárias, de Stanley Jones
 

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.