Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

7 dicas para responder e comentar nas redes sociais

Por Paulo F. Ribeiro

Por um bom tempo tenho sentido o desejo de compartilhar nesse espaço algumas reflexões sobre a “ética da resposta” e interação nas redes sociais. Tenho visto comentários educados e construtivos, mas também insultos, grosseria e incivilidade. Ignorância e arrogância são geralmente as causas comuns. Estou convencido que alguém pode ser capaz de rejeitar um artigo ou postagem sem usar a emoção ou expressões pejorativas ou insultuosas.
 
A seguir, listo algumas recomendações que espero ajudar a todos nós quando lendo algo com que discordamos fortemente:
 
1 - Evite declarações não qualificadas. Não adianta escrever que algo não tem valor; seja específico e diga quais são as falhas ou inconsistências.
 
2 - Evite o uso de palavras ofensivas. A crítica não pode se resumir a palavras puramente emocionais.
 
3 – Explique sua discordância. Se acredita que uma postagem não é boa e não pode deixar de expressar sua discórdia, faça isso de forma racional, expondo os motivos da discórdia. Não difame; apresente um diagnóstico e aponte as falhas.
 
4 - Expressar ódio e vingança é mais fácil. Portanto, há uma tendência de selecionar termos pejorativos não porque são precisos, mas pelo seu poder de insultar e ferir.
 
5 - Seja justo e gentil. As ocasiões em que mais gostaríamos de escrever uma resposta forte são precisamente aquelas em que devemos controlar nossa língua. Esse desejo é um sinal de perigo. Se formos sábios, devemos ser mais cuidadosos com nossas palavras. Nossa animosidade pode ser um sintoma de que nem tudo está bem dentro de nós, que algo nos atingiu ou algum motivo político-partidário pode estar operando em nós. E, ao expressar enfaticamente nossa discórdia, seremos vistos como tolos (Ec 10.12-13).
 
6 – Se seu comentário e questionamentos forem gentis e genuínos, o autor do texto poderá responder e fazer com que a postagem se torne ainda mais informativa.
 
7 – Finalmente, debate socrático e tolerância têm limites. Quando postagens são racistas, desrespeitosas, insultantes e mentirosas (fake news) não podemos emudecer. Temos que expor a indecência, sem arrogância. Não podemos nos calar ou minimizar o desrespeito aos demais.
 
Faz bem lembrar Salomão, em Provérbios 25:11:
“Como maçãs de ouro em bandejas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo.”

Doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade de Manchester, na Inglaterra, foi Professor em Universidades nos Estados Unidos, Nova Zelândia e Holanda, e Pesquisador em Centros de Pesquisa (EPRI, NASA). Atualmente é Professor Titular Livre na Universidade Federal de Itajubá, MG. É originário do Vale do Pajeú e torcedor do Santa Cruz.
>> http://lattes.cnpq.br/2049448948386214
>> https://scholar.google.com/citations?user=38c88BoAAAAJ&hl=en&oi=ao

Pesquisa publicada recentemente aponta os cientistas destacados entre o “top” 2% dos pesquisadores de maior influência no mundo, nas diversas áreas do conhecimento. Destes, 600 cientistas são de Instituições Brasileiras. O Professor Paulo F. Ribeiro foi incluído nesta lista relacionado a área de Engenharia Elétrica.
  • Textos publicados: 45 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.