Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

4 elementos indispensáveis para a vida cristã

Por Pedro Dulci
 
Existem alguns elementos indispensáveis para a sua Vida Cristã. Não adianta minimizarmos a sua importância. Sem eles, cedo ou tarde, os mais bem intencionados em “fazer a vontade de Deus” vão sentir a falta do que eles nos proporcionam. E essa “falta”, na vida com Cristo, pode ser fatal.
 
1. A formação de base — aqui entram todas as trajetórias de discipulado, escola dominical, seminário e educação teológica, seja ela formal ou informal. 
 
Um dos mais preciosos elementos na vida de um discípulo de Jesus é sua formação teológica de base. Ou seja, como ele aprendeu a ler as Escrituras e a responder seus ensinamentos em obediência. Será sobre esses fundamentos que todo o edifício de sua fé será construído!
 
Grandes debilidades que carregamos ao longo dos anos em nossa vida dizem respeito a uma formação cristã de base frágil ou inexistente. Dallas Willard há muito já falava das trágicas consequências de ser cristão sem ser discípulo. Ano após ano, nos deparamos com irmãos que tropeçam em dificuldades básicas porque não foram bem formados, e estão acumulando saberes fragmentados sobre fundamentos teológicos frágeis. O fim será trágico!
 
2. Uma igreja — considero o mais difícil da lista
 
Um bom pastor, um culto bíblico, uma comunidade saudável, uma igreja viva onde relacionamento sadios podem ser cultivados para que possamos aprender a reproduzir os ritmos da nova vida!
 
Existem cidades inteiras em nosso país que não têm igrejas assim! E mais, quantas pessoas fazem prova do ENEM, concurso público e se transferem de cidade sem saber se em seu novo endereço existe uma igreja saudável para fazer parte? Depois que a moradia está estabelecida, temos pouco o que fazer!
 
Tivemos uma pequena experiência de privação de comunhão de nossas igrejas durante a pandemia. Somente quem vive essa realidade durante anos sabe os efeitos corrosivos irreversíveis na fé de uma pessoa ou de uma família.
 
Estamos sempre em busca de um novo “livro de devocional”, ou então “método de estudo”, mas uma Igreja local, seu pastor e membros é o “recurso" de formação cristã, por excelência, escolhido por Deus para nós fazer semelhantes com Cristo!
 
 
3. A verdadeira vontade de aprender — esse é um tópico sobre virtudes intelectuais
 
A caminhada cristã também é formada por habilidades e competências de estudo que são típicas daqueles que nasceram de novo. O amor e a alegria com os estudos, a paciência intelectual, bondade em compartilhar os frutos do seu trabalho investigativo são algumas marcas de uma vida regida pelas dinâmicas do Espirito também em sua vontade de aprender.
 
Existe um necessário trabalho de parar e levar muito a sério aquilo que está lendo ou ouvindo. A humildade de se deixar transformar pelo que está estudando, não apenas correr os olhos pelas palavras, mas meditar! Se deixar desafiar por aqueles ensinamentos.
 
Se necessário for, ter a piedade de colocar diante de Deus, em oração, cada novo livro que chegar às suas mãos – para não manter-se errante nas leituras e também encarar as novas aquisições como que "enviadas por Deus".
 
4. As amizades — encaradas muito mais do que um refúgio recreativo ou superficial
 
Trata-se das necessárias boas referências que precisamos cultivar em nossa vida. Que caminhem conosco em oração, em estudo, em trocas diárias de momentos de vida. Deixar de acreditar em um espontaneísmo relacional e buscar intencionalmente gente melhor que nós –  mais maduras na caminhada com Cristo! E quando encontrarmos essas pessoas, cuidarmos delas como bens preciosos!
 
Obviamente essa lista está em ordem de importância. É claro que formação de base é mais primordial do que nossas amizades.
 
Entretanto, essa lista também precisa ser lida simultaneamente e em perspectiva. O lugar privilegiado de nossa formação de base é a igreja – e não tem como ser bem formado sem vontade de aprender e fora de um ambiente relacional.
 
Por isso os quatro são indispensáveis. Não adianta minimizarmos a sua importância. Sem eles, cedo ou tarde, vamos sentir a falta que eles fazem – e essa “falta” na vida cristã é sinônimo de toda sorte vícios na formação pessoal e isolamento da vida comunitária.
 
Artigo originalmente publicado na conta pessoal do autor no Instagram. Postagem 1 e Postagem 2.

Leia mais:
Autor de Fé Cristã e Ação Política, Pedro Lucas Dulci, é filósofo e pastor presbiteriano. Casado com Carolinne e pai de Benjamin, desenvolve pesquisa em ética e filosofia política contemporânea e estudos sobre o diálogo entre ciência e religião, com estágio na Vrije Universiteit Amsterdam. É teólogo e coordenador pedagógico no Invisible College.
  • Textos publicados: 21 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.