Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Novo ano, velhas superstições!

"A mente do homem é como um depósito de idolatria e superstição; de modo que, se o homem confiar em sua própria mente, é certo que ele abandonará a Deus e inventará um ídolo, segundo sua própria razão" (João Calvino).

Primeiramente transmito aos meus leitores os mais sinceros votos de um 2022 muito abençoado, que Deus derrame bênçãos sobre bênçãos em suas preciosas vidas.

Estamos, no momento em que escrevo este artigo, nas horas finais do ano de 2021; o que foi feito o foi, não adianta lamentar pelo que não foi realizado; agora é planejar e levar a sério o novo ano de 2022.

Houve um acontecimento, no início desses dois mil e poucos anos; foi tão importante que mudou até a contagem do tempo: nasceu o Senhor Jesus Cristo, o Salvador conforme anunciou o anjo:

"Não temais, eis que vos trago boa nova, de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o SALVADOR, que é Cristo, o Senhor (Lucas 2. 10).

Cada ano que passa, cada mês, cada dia, cada minuto, cada segundo, estamos mais próximos dos dias finais, que serão precedidos de alguns importantes acontecimentos já anunciados na Profética Palavra de Deus.

Um desses acontecimentos é promessa do Senhor Jesus:

"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E quando eu for e vos preparar lugar, VOLTAREI e vos RECEBEREI para mim mesmo, para que, onde eu estou, ESTEJAIS VÓS TAMBÉM" (João 14. 1-3).

Essa promessa, do Senhor Jesus, a conhecemos como o "ARREBATAMENTO" dos que se convertem a Ele e vivem uma vida digna de serem chamados cristãos, pois lhe obedecem:

"Ele veio para o que era seu, mas os seus não o receberam; mas a todos os que o receberam [no coração] deu-lhes o poder de SEREM FEITOS filhos de Deus, a saber aos que creem no seu nome" (João 1. 11-12).

"E [Jesus] tendo sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da Salvação eterna para todos os que lhe obedecem" (Hebreus 5. 9).

Você está preparado? Não haverá prévio aviso, quem estiver vigilante vai ter com Ele; quem não estiver terá perdido a última oportunidade de habitar nas Moradas do Altíssimo.

Uma das atividades que nos permitem prepararmo-nos para esse momento tão aguardado é a leitura diária e estudo da Palavra de Deus, a Bíblia:

• aprendê-la, guardá-la no coração, para não pecarmos contra Ele;
• aprendê-la, guardá-la no coração, para a praticarmos a cada momento;
• aprendê-la, guardá-la no coração, para compartilharmos com o próximo, pois é vontade de Deus que nenhum pereça, mas que todos alcancem o arrependimento (II Pedro 3. 9).

Juntamente com a Bíblia podemos/devemos fazer a leitura de livros devocionais, os quais contêm uma recomendação de trechos bíblicos para o dia e há um texto/comentário/ testemunho a respeito; além disso, para nosso enriquecimento pessoal é importante congregar em uma igreja que ensine a Palavra de Deus.

Terminou mais um ano, repito, outro vamos iniciar; todos festejam, por certo, com razão pois tiveram um ano feliz ou, caso contrário, esperam que amanhã seja o início da vitória.

Haverá fogos, "oferendas", roupa de cor "x" ou "y" para "dar sorte" ou "para proteger contra o mal" é o que supõe grande parte do nosso povo brasileiro.

Tudo isso é superstição, NADA DISSO VAI ACONTECER mesmo que você pule 3 [ou sei lá quantas] ondinhas nas praias.

Perda de tempo e de oportunidades reais de felicidade nessas "crendices"; bons resultados só buscando com toda a sinceridade, no coração, a SALVAÇÃO QUE SÓ O SENHOR JESUS NOS DÁ!

Custo a crer que pessoas [inteligentes, cultas, pós-graduadas, mestres etc.] duvidem de Deus que fez os céus, a terra, os mares e TUDO o que neles existe, mas creem no "poder" na "energia" (sic) de seres, de objetos que nada podem fazer por alguém:

"Têm boca e não falam; têm olhos e não vêm; têm ouvidos e não ouvem; têm nariz e não cheiram; suas mãos não apalpam; seus pés não andam; som nenhum lhes sai da garganta" (Salmo 115. 5-7).

São "deuses falsos" sem poder, sem amor, sem misericórdia, sem nada! Temo por essas almas que desagradam o coração de Deus crendo em tais mentiras daquele que é o "engano", o pai da mentira.

"Creia no Senhor Jesus e serás salvo", diz-nos a Palavra de Deus; saia enquanto há tempo dessas seitas, dessas abominações contra o Deus único, verdadeiro e eterno, cujo Filho, o Senhor Jesus, foi o ÚNICO QUE DEU A SUA VIDA POR NÓS EM UMA CRUZ! (João 3. 16).

Lembremo-nos do aviso do anjo: "nasceu o Salvador", pois praticando essas abominações, essas ofensas a Deus, quem as faz está desconsiderando o sacrifício [único e suficiente] que o Senhor Jesus fez por nós, morte de cruz.

Não anule o único e verdadeiro sacrifício feito uma só vez, para a nossa SALVAÇÃO; não há necessidade de vãs repetições na prática desses "rituais/oferendas" a falsos deuses.

Pense nisto
São Paulo - SP
Textos publicados: 706 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.