Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Três cristãos são mortos em ataques de muçulmanos na Nigéria

(Portas Abertas) Tudo aconteceu um pouco antes das dez horas da noite, quando o som de disparos de arma interrompeu o culto sereno da Igreja Católica de St. Joseph, perto de Zonkwa, estado de Kaduna, Nigéria. Quando o caos terminou, descobriram que duas mulheres estavam mortas e 12 pessoas, feridas.
 
O ataque de uma gangue de extremistas muçulmanos a uma aldeia em Tabaka, na quinta-feira (3 de novembro), destruiu a paz que por muito tempo os cristãos tinham por lá. Na noite seguinte, quase no mesmo horário, a quadrilha invadiu outra comunidade cristã em Zonkwa, matando um cristão e ferindo outro.
 
Enquanto o grupo extremista islâmico Boko Haram tem sido responsável por diversos ataques, que mataram pelo menos 150 pessoas em Borno, no nordeste da Nigéria e em outros estados, o ataque contra os cristãos em Zonkwa parece ter vindo de outro grupo extremista islâmico do país.
 
As duas mulheres mortas foram Justina Zugwai Isaac, 28 anos, e Hassana Luka, 39 anos. As duas frequentavam uma igreja católica. O seminarista Emmanuel Mallam, que estava liderando o louvor, disse que foi um milagre apenas as duas mulheres terem sido mortas.
 
Sem saber que os criminosos estavam escondidos em arbustos próximos ao templo, as duas mulheres estavam fora do prédio quando foram baleadas, disse Mallam. Ele havia pedido ao líder da paróquia, Júlio Jacob, para fazer as observações finais, quando o tiroteio começou.
 
Mallam disse que a igreja suspendeu as reuniões do domingo de manhã e da noite, com medo de outros ataques. “Parece que não há governo na Nigéria”, disse ele. “O governo não é capaz de parar com esta carnificina?”
 
Ishaku Luka,chefe da aldeia de Tbaka, disse à Compass que o povo da região vivia em paz e tranquilidade, e nunca houve qualquer conflito com os muçulmanos da área.
 
O outro cristão assassinado pelos extremistas é Hassan Peter, que foi baleado na cabeça e morreu instantaneamente. Seu irmão, Sunday Bayil, também foi atingido nas pernas. Eles foram baleados enquanto estavam conversando na frente da casa de um amigo.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.