Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Padre que acolheu bispo anglicano recebe punição

(ALC) O padre da Paróquia de Casa Forte, José Edwaldo Gomes, de Olinda, recebeu dupla pena da Congregação para a Doutrina da Fé, do Vaticano, por ter concelebrado missa com bispo anglicano, o que contraria o Cânon 908 do Código de Direito Canônico.

Por ocasião do jubileu de ouro de sua ordenação sacerdotal, festejada em dezembro do ano passado, bispos, católicos e anglicanos, amigos participaram da missa de ação de graças e um deles quis concelebrar aquele momento. O arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho, informado da celebração, repassou o caso à Congregação para a Doutrina da Fé. 

O quadro só veio à tona porque uma das penas impostas ao padre Gomes foi sua retratação pública inserida em boletim da Arquidiocese, A Mensagem Católica, edição de julho/agosto. 

Na retratação do “erro cometido com o pedido de perdão”, o padre admitiu que, “tomado pela emoção do momento, não me ocorreu a mente estar infringindo alguma lei ou determinação da nossa Igreja e me preocupei mais com o acolhimento ecumênico”. 

O padre destacou, na retratação, que não praticou infração formal ao Código Canônico de maneira consciente e que não teve qualquer intenção de se colocar contra as leis da igreja. 

“Se ao longo dos meus 50 anos de sacerdócio, apesar das minhas limitações e fragilidades, procurei ser digno do ministério que me foi confiado, não seria agora, na minha idade avançada e em data tão significativa, que iria fazê-lo”, argumentou. 

José Edwaldo Gomes, 76 anos, foi ordenado padre em dezembro de 1956 e há 36 anos pastoreia a Paróquia de Casa Forte, em Olinda. Ele foi grande colaborador de dom Hélder Pessoa Câmara e desenvolve, na paróquia, trabalho diaconal na Creche Beneficente Menino Jesus, na Casa da Criança Marcelo Asfora e presta atendimento a gestantes, pobres e necessitados. 

Além da retratação, o padre terá que se afastar três meses da paróquia, período que ele dedicará a retiro espiritual. O site da paróquia traz, na abertura, palavras de solidariedade e apoio ao padre punido pela Congregação para a Doutrina da Fé. 

O coordenador da Pastoral da Comunicação da Arquidiocese, padre Luciano José Rodrigues Brito, disse que a carta de Gomes representa um gesto de grandeza e de amor à igreja. Ele eximiu dom José de qualquer ação punitiva. “O arcebispo é um defensor da fé. Ele agiu seguindo as determinações da Igreja Católica”. A punição, reforçou o assessor, não foi do arcebispo, mas do Vaticano. 

Fonte: www.alcnoticias.org

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.