Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

ONG Rio de Paz realiza protesto em Brasília

A ONG Rio de Paz realiza hoje (23) até às 18h uma manifestação na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Segundo a organização, o ato público tem como objetivo expressar o repúdio aos escândalos de corrupção no meio político brasileiro, cobrar a reforma política e pedir a renúncia do presidente da República, Michel Temer (PMDB).

Foram espalhadas pelo gramado, em frente ao Congresso Nacional, 595 máscaras brancas e vermelhas, que representam o número total de deputados federais e senadores (594) e o presidente da República. De acordo com o fundador da ONG, Antônio Carlos Costa, “as máscaras vermelhas simbolizam a vergonha que deveria estar estampada na face da classe política brasileira”.

“A sociedade brasileira experimenta um misto de perplexidade e indignação em razão do escandaloso envolvimento de membros dos poderes Executivo e Legislativo com corrupção. Além do seu desmedido apego não republicano ao poder, chama a atenção de todos o fato de esses mesmos representantes do povo brasileiro não expressarem nas suas faces constrangimento pelos crimes que praticaram. Eles não sabem o que significa corar de vergonha”, divulgou a ONG Rio de Paz em sua página do Facebook.

Semana passada foram divulgadas gravações feitas pelos empresários Joesley e Wesley Batista, executivos do grupo JBS, as quais comprovariam o possível consentimento do presidente Michel Temer no pagamento de propina para manter o silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB).

As gravações apresentadas pelos executivos da JBS em delação à Procuradoria Geral da República (PGR) comprometem diversas figuras políticas do país com as seguintes acusações: pedido de propina do senador afastado Aécio Neves à JBS, transferência de 150 milhões para campanhas de Lula e Dilma, compra de deputados na câmara para vitória de Eduardo Cunha, compra de senadores do PMDB para apoiar Dilma, compra de votos contra o impeachment de Dilma, pagamento de seis milhões em propina para José Serra (PSDB) para a campanha à presidência em 2010. Veja os principais pontos da delação aqui.

Segundo a delação de Ricardo Saud, diretor do grupo J&F, que controla a JBS o dinheiro de propina foi repassado a quase todos os partidos: 1.829 candidatos, de 28 partidos, receberam propina da JBS. Deste grupo, foram eleitos 179 deputados estaduais, 167 deputados federais, 28 senadores e 16 governadores.
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1174 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.