Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

Há 10 anos Ultimato falava sobre reencarnação

Se hoje a doutrina espírita da reencarnação ganha as telas do cinema nacional e bate recordes de bilheteria com filme “Nosso Lar”, por exemplo, em 2001 a Revista Ultimato já trazia a discussão sobre o assunto. A edição nº 270 (maio-junho), com a manchete “Reencarnação e Espiritismo”, dedicou treze páginas e doze artigos sobre o que é a reencarnação do ponto de vista cristão. Foi um tema provocativo que nos rendeu muitos comentários dos leitores. Um deles - espírita convicto – chegou a nos enviar um caderno inteiro com críticas à revista escritas à mão.

Por outro lado, a edição conseguiu evidenciar o valor do perdão de Deus para o ser humano. “Há uma má notícia e uma boa notícia. A má notícia é a reencarnação. A boa notícia é a salvação. A má notícia cobra a dívida até o último centavo. A boa notícia perdoa a dívida (Cl. 2.13,14)”.

Leia a seguir mais frases publicadas na edição 270, há exatos dez anos:

“Dentre todas as ideias que se opõem à doutrina da ressurreição, talvez a reencarnação seja a alternativa mais conhecida. Existem variações sobre a noção de reencarnação, mas a ideia básica é que a nossa vida atual neste mundo é uma repetição de outras existências vividas em outros corpos – a alma da mesma pessoa continua reencarnando, e esquecendo as vidas passadas”.

“A reencarnação transfere o devedor de cadeia em cadeia neste e em outros mundos. A salvação retira o pecador da cadeia antes que ele morra”.

“A teologia espírita está baseada em uma das mais antigas e primárias teologias: a da justiça retributiva. É a lei do ‘olho por olho e dente por dente’. Esse tipo de religiosidade é cruel porque não ensina o perdão, a restauração, antes trabalha com um sentido fatalista na vida”.

“Jesus não é a reencarnação de alguém. Mas entrou dentro do tempo e tornou-se visível, palpável e audível para tornar possível a salvação daqueles que creem”.

Leia também
Surpreendido pela esperança (N. T. Wright)
Cristianismo Básico (John Stott)
Culpa e Graça (Paul Tournier)
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1174 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.