Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

Físico brasileiro recebe o Prêmio Templeton 2019, o “Nobel da Religião”

Por Marcos Bontempo

O anúncio foi feito ontem, 19 de março, pela John Templeton Foundation, com sede nos Estados Unidos. O Prêmio Templeton, no valor de 1,1 milhão de libras esterlinas, valor que supera o Nobel, homenageia personalidades com contribuição excepcional para afirmação da dimensão espiritual da vida e o diálogo entre ciência e fé.

O físico teórico e cosmólogo brasileiro, Marcelo Gleiser, conhecido no Brasil especialmente pelas suas aparições na TV e livros publicados, é o primeiro latino-americano a ganhar o prêmio – criado em 1972 –, e agora se junta a outros 48 recebedores da honraria, como Madre Teresa (1973), Dalai Lama (2012) e o Arcebispo Desmond Tutu (2013).

Você pode não acreditar em Deus, mas afirmar sua inexistência com certeza não é cientificamente consistente

Em menos de 24 horas, como não poderia deixar de ser, as redes sociais entraram em parafuso. Cheiro de conspiração, confusão, palavras pouco generosas e o habitual nonsense tomou conta dos comentários: “Harmonia entre Ciência e espiritualidade?????”; “Ele foi homenageado apenas porque deu brecha para fanáticos argumentarem seus dogmas”; “Muito folclore na bíblia: casal único (...),arca de noé (...),torre de babel (...), baleia que engole jonas (...), sem condições. Para pessoas ignorantes....”; “Tenho provas de que pelo menos o Deus bíblico não existe”; “Impossível alguém acreditar em Deus com esse nível de conhecimento sobre ciência, está claro que ele inventou essa ideia de espiritualidade para ganhar esses 5 milhões”.

Para o coordenador da série Ciência e Fé Cristã e vice-presidente da ABC², Guilherme de Carvalho, em entrevista para a revista norte-americana Christianity Today, “Gleiser não compartilha, neste momento, quaisquer crenças religiosas específicas que possam formar um terreno comum com a fé cristã; ele é confessadamente agnóstico". E, acrescenta: “Sua visão de que ciência e religião podem ser complementares, que a ciência não cobre todo o conhecimento válido e que a ciência teria até raízes espirituais é algo incomum entre os cientistas influentes no Brasil; e o fato de ser franco sobre eles o torna singular”.

Nas palavras do próprio Marcelo Gleiser, “Você pode não acreditar em Deus, mas afirmar sua inexistência com certeza não é cientificamente consistente”, disse em entrevista à Scientific American, em fevereiro de 2018. Aliás, é no mínimo curioso a história contada pelo físico brasileiro, em seu blog Orbiter, por ocasião de uma entrevista a uma rádio de Brasília, realizada no terminal rodoviário da capital. No meio da entrevista, conta Gleiser: “Um homem, com roupas surradas, disse: "Então, o doutor quer tirar Deus de nós?". Eu congelei...”. Gleiser continua e responde no texto à pergunta inesperada: "A ciência não quer tirar Deus das pessoas, mesmo que alguns cientistas o façam".

A ciência não quer tirar Deus das pessoas, mesmo que alguns cientistas o façam

O presidente da ABC² e também físico, Roberto Covolan, celebrou o Prêmio: "É uma fonte de alegria que importantes cientistas como Marcelo Gleiser, através de seus trabalhos e iniciativas, estejam reconhecendo a existência de aspectos do universo, revelados pela ciência, cuja compreensão desafia ou até ultrapassa o alcance da própria ciência”, disse à Christianity Today.

Para saber mais e sobre a trajetória do físico Marcelo Gleiser e também sobre o Prêmio, leia a notícia publicada pela Associação Brasileira Cristãos na Ciência e o site Templetonprize. Para conhecer alguns dos livros da Editora Ultimato sobre o tema, acesse a série Ciência e Fé Cristã.

É diretor editorial da Ultimato.
  • Textos publicados: 179 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.