Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Congresso vai discutir a fé cristã “em tempos de crise”


O que a teologia e a fé cristã têm a ver com a sociedade em tempos de crise? A resposta não é fácil, mas é necessária. Diante do cenário atual, as igrejas evangélicas brasileiras carecem de oportunidades de diálogos maduros. O 4º Congresso Teologia, Sociedade e Fé, que ocorrerá de 22 a 24 deste mês, em Tubarão (SC), é um bom evento para isso.

Com o tema “Celebrando a fé cristã em épocas de crise”, o congresso é organizado pela Aliança Evangélica e pela Igreja Assembleia de Deus Independente de Tubarão (SC). A programação vai contar com um café com líderes, um encontro com jovens e plenárias com oito preletores: Valdir e Silêda Steuernagel, Wilson Costa, a missionária Nidia Bugra Magra, Mauro dos Santos, Roberto Ramos, Cícero Manoel e Carlos Augusto Lopes.

O Portal Ultimato conversa com o organizador do evento, pastor da Igreja Assembleia de Deus Independente de Tubarão, Carlos Augusto Lopes.

***

Portal Ultimato - O tema do 4º Congresso de Teologia, Sociedade e Fé é “Celebrando a fé cristã em épocas de crise”. Qual a razão da escolha deste tema?

Pr. Carlos Augusto - Nosso Congresso este ano vem com a temática de apontar dois caminhos importantes para a cristandade. O primeiro é a celebração por tudo que Deus tem feito e realizado no meio do seu povo. Devemos celebrar com gratidão os feitos do Senhor em nossa nação, em nossas igrejas e em nossas famílias. Como bem disse o salmista, “uma geração contará à outra a grandiosidade dos teus feitos” (Sl 145.4). Celebrar a fé é algo que os cristãos devem fazer com alegria, temor, proclamação e graça. Porém sabemos que vivemos o melhor e o pior dos tempos. Vivemos num período complexo, pós-moderno e pós-cristão que é um grande desafio para a fé. Vivemos num período de crise que se derrama por vários níveis (social, familiar, político, eclesial, pastoral, institucional etc). O historiador Justo L. Gonzalez, em um dos seus livros, chamou isso de “A Era dos Sonhos Frustrados”. Todavia, sabemos que Deus convoca o seu povo e seus servos justamente em períodos de crise para celebrar a fé e realizar o ato denunciatório ou profético. O que dizer de Moises, José,Gideão, Jeremias, Daniel, Paulo, Wycliff, Knox, Lutero, Calvino, Wesley, Bunyan, Wilberforce, Martin Luther King e tantos outros que não se curvaram diante da afronta proposta? O aclamado escritor David J. Bosch nos lembra que a crise produz perigo, mas também grande oportunidade ; e é sobre este olhar e sobre esta tensão que devemos celebrar a nossa fé em tempos de crise.

Portal Ultimato - Teologia, sociedade e fé podem caminhar juntas?

Pr. Carlos Augusto - O nosso congresso é tripartido, pois, somos chamados a proclamar a Missio Dei (A missão de Deus) no mundo. É justamente nesta dobradiça que devemos repensar o papel da igreja em tempos modernos. De fato, devemos ter uma teologia clara e bíblica que nutri e declara a Sola Scriptura (“Somente as Escrituras”). A fé no Cristo que nos salva pela sua maravilhosa graça deve ser vivida não somente no quadrante da igreja, mas na sociedade. O falecido Robson Cavalcanti denunciou o tripé cristão - casa, igreja, trabalho. Nós, cristãos evangélicos, devemos celebrar a nossa fé na sociedade em todas as suas dimensões. Não fomos chamados para ficarmos trancafiados num quadrante evangelical; fomos chamados para proclamar o nome de Cristo na sociedade como testemunha dele e como sal da terra e luz para esse mundo. Somos chamados para fora com o foco definido de proclamar Deus para essa sociedade através da Cruz de Cristo no poder do Espírito Santo.
Portal Ultimato - O evento também vai comemorar os 40 anos do Pacto de Lausanne. Qual a importância deste documento elaborado em 1974 para a igreja evangélica brasileira hoje?

Pr. Carlos Augusto - O Pacto de Lausanne, de 1974, deve ser revisitado por essa geração de líderes jovens, deve ser comemorado como uma dádiva de Deus para a sua igreja hodierna. O Pacto trata de questões relevantes para a sociedade e a comunidade da fé. As igrejas jovens devem conhecer as grandezas do Pacto que redefiniu, conforme os textos sagrados, o papel da igreja no mundo. Redescobrir o Pacto de Lausanne será um pélago para a igreja brasileira e um bálsamo para a sua missão.

Portal Ultimato - Além do Congresso, também vai acontecer o Fórum Regional da Aliança Evangélica. Qual o objetivo deste fórum? Todos podem participar?

Pr. Carlos Augusto - O Congresso de Teologia, Sociedade e Fé e o Fórum da Aliança Brasileira têm como proposta unir os cristãos de diversas igrejas evangélicas com o foco de ouvir a voz de Deus e adorar o Altíssimo. Todos podem participar deste congresso e fórum. Nosso objetivo e abençoar as igrejas, os líderes, os pastores, os obreiros e os amados irmãos. Este evento é um diferencial, pois não visa lucro; pelo contrário, abençoamos os líderes. O custo deste congresso é de 20 reais e todas as ministrações são livres. No congresso e no fórum vários assuntos importantes serão tratados, como: Igreja, liderança, família, juventude, ciência e fé. Os vários preletores convidados trabalharão essas temáticas.

Portal Ultimato - Você é pastor de uma igreja Assembleia de Deus. Você acredita que há caminhos para uma unidade maior entre pentecostais e históricos? Como este congresso pode ajudar nessa trilha?

Pr. Carlos Augusto - O mundo evangélico, no prospecto historial, se divide entre pentecostais e históricos. Todavia esse não é o foco central da nossa caminhada cristã. O que nos une são as doutrinas centrais da fé cristã como regras normativas de fé e conduta. Tanto pentecostais como tradicionais devem celebrar o senhorio de Cristo, a salvação pela graça, a responsabilidade humana, a soberania de Deus, o agir do Santo Espírito na comunidade da fé. Em nosso congresso já pregaram presbiterianos, assembleianos, luteranos, batistas etc. Nosso primeiro congresso quem pregou foi o Dr. Russell Shedd. Tanto tradicionais como pentecostais foram profundamente abençoados. Devemos recordar aqui das palavras que marcaram a história da igreja: “nas coisas essenciais, unidade; nas coisas não essenciais, liberdade; e em todas as coisas o amor”. Se tradicionais e pentecostais não puderem andar em unidade ferimos o ponto central da oração de Cristo em João 17. Que Deus nos abençoe por meio de sua graça e que, juntos, de mãos dadas, celebramos a unidade em Cristo.


-- Carlos Augusto Lopes tem 44 anos, é pastor da Assembleia de Deus Independente (ADI) em Tubarão (SC). É Mestre em Teologia, pelo Instituto Batista de Educação em Florianópolis e Pós-graduado em História Social pela FUCAP. Faz parte do Conselho Coordenador da Aliança Evangélica Brasileira.


Serviço
O que: 4º Congresso de Teologia, Sociedade e Fé + Fórum Regional da Aliança Evangélica
Quando: 22 a 24 de agosto
Onde: Igreja Assembleia de Deus Independente de Tubarão (SC)
Informações: no site www.congressodeteologia.com
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1130 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.