Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

Como ensinar os profetas menores para as crianças?

Por Márcia Barbutti
 
Se os profetas fossem personagens de um longa-metragem, eu imagino que, pela forma como os tratamos, os chamados profetas maiores seriam os atores principais. Já os profetas menores, seriam os coadjuvantes, com destaque para Jonas, o mais conhecido entre eles. Entretanto, essa forma de ver os profetas nas Escrituras está longe de ser a maneira como Deus planejou.
 
O apóstolo Paulo deixou bem claro que “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para nos ensinar o que é verdadeiro...” (2Tm 3.16). Atenção para a palavra toda, isso quer dizer que não podemos simplesmente pular ou desprezar parte dela por considerarmos que não seja interessante ou útil para as crianças. E sejamos sinceros, como pais e professores, nossa tendência é pular os profetas menores (com exceção de Jonas), porque achamos que a mensagem deles é cheia de sentenças, julgamentos, condenações, imagens estranhas e verdades dolorosas para as crianças. Contudo, se essa tem sido a sua prática, considere mudá-la já.
 
Por que?

Porque, como vimos em 2Timóteo 3.16, devemos ensinar toda a Escritura. Os profetas menores nos mostram a justiça de Deus, a forma como ele pune o pecado e também aponta para a sua graça e misericórdia. Eles proclamam a mensagem do arrependimento, a necessidade de seus ouvintes voltarem para o Senhor, além da chamada para que fossem santos e fiéis.
 
Além disso, o próprio Jesus disse que os profetas falavam sobre ele. “E, começando por Moisés e todos os Profetas, explicou-lhes o que constava a respeito dele em todas as Escrituras” (Lc 24.27). Embora eles levassem uma mensagem específica para um público determinado, essa mensagem é para todas as pessoas em todos os tempos, pois trata do tema principal da Escritura: o plano da redenção.
 
Como ensinar sobre os profetas menores?

1. O que é um profeta?
Comente a atividade de um porta-voz, a pessoa responsável por falar em nome de outra pessoa. Dê exemplo do que acontece em sala de aula com um aluno representante da turma. Mostre a grande responsabilidade de falar em nome do grupo. Pergunte o que aconteceria se falasse o que viesse à sua mente, em vez de expressar a vontade de quem está representando. Mostre que o profeta era o porta-voz do próprio Deus. Ele deveria levar a mensagem do Senhor às pessoas. O profeta não poderia inventar ou escolher a mensagem que iria falar, ele transmitia a mensagem do Senhor.
 
2. Que tipo de mensagem eles pregavam?
Fale sobre a entrada do pecado no mundo por meio de Adão e Eva. Reforce que Deus foi ao encontro deles, deu o castigo, mas prometeu a salvação. Seu plano foi enviar o seu Filho, e até que esse tempo chegasse, Deus enviou seus mensageiros, os profetas, para trazer o povo para perto dele e para prepararem a chegada do Salvador. Eles chamavam a atenção das pessoas mostrando seus pecados, mostravam o castigo que viria e pregavam sobre o arrependimento. 
 
3. O que são profetas maiores e menores?
Ressalte que Deus chamou vários homens e mulheres para levarem a sua mensagem e 16 deles escreveram livros que receberam os seus nomes. Mostre os livros de Isaías a Malaquias. Se seu filho já sabe ler, peça que marque no índice de sua bíblia os livros de Isaías a Daniel com uma cor e de Oséias a Malaquias de outra cor semelhante. Isaías, Jeremias, Ezequiel e Daniel são chamados de profetas maiores, e os doze seguintes (mostre um a um em sua bíblia), são chamados de profetas menores, não porque sua mensagem era menos importante, mas porque seus livros eram mais curtos.
 
4. Como focar nos profetas menores?
É muito importante entender um pouco do contexto dos profetas. Os 12 profetas menores foram chamados depois que o povo de Deus foi divido em dois reinos, a saber: o reino do sul (Judá) e o reino do norte (Israel). Vale ressaltar que o grande reino do norte não teve um só rei bom, todos eles “fizeram o que era mau aos olhos do Senhor”. Os reis do sul, seguiram a linhagem de Davi, houve alguns excelentes, mas a maioria também foi rebelde como os reis do norte.
 
Para saber mais sobre o contexto e mensagem de cada um dos profetas, recomendo que você tenha uma boa Bíblia de Estudo e também que assista aos vídeos do Bible Project. Clique aqui e veja a playlist do Antigo Testamento.
 
Não deixe de ler o artigo O que os profetas queriam e ainda querem.
 
Estude, conheça a mensagem dos profetas menores e não os pule na hora de ensinar aos seus filhos ou alunos. Para ficar prático, preparamos um superbônus pra você: mensagens sobre Ageu e Zacarias para as crianças. Roteiro, visual e uma música para ensinar à garotada. Esse material faz parte do Crianças adoram a Deus, programas para o culto com as crianças, da Editora Cultura Cristã.
 
Siga firme. Estude, compreenda, alimente-se e compartilhe!



O QUE OS PROFETAS DIRIAM?

É possível fazer uma ponte entre o mundo dos profetas e o nosso mundo? A edição de julho/agosto da revista Ultimato quer abrir os próprios ouvidos e os olhos para ouvir e enxergar melhor o que Deus “requer de nós”. Confira e espalhe essa boa notícia.
É editora assistente da Editora Cultura Cristã, responsável pelos materiais infanto-juvenis.
  • Textos publicados: 23 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.