Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

Boa semente em solo fértil



Por Carlos Fernandes e Marcos Simas

A Palavra de Deus garante que toda semente lançada em boa terra frutifica ao seu tempo. Pois esse tempo já chegou para a revista Ultimato. Há meio século uma preciosa semente foi plantada na expectativa de ser bênção para um país onde a teologia evangélica e os fundamentos da fé protestante eram praticamente ignorados. Pois Ultimato, que agora chega aos 50 anos de circulação ininterrupta, não é somente uma publicação. Como legado da revista, surgiu um grupo editorial e midiático que tem proporcionado ao leitor o que há de melhor em conteúdo cristão. Além das 370 edições daquela que se tornou a revista cristã mais respeitada do país, a Editora Ultimato publicou mais de duzentos títulos, incluindo obras de cunho devocional, teológico, testemunhal, acadêmico, estudo bíblico, entre outras.

Ultimato começou a publicar livros em 1993, uma vez que vários artigos dos colunistas da revista também eram publicados por outras editoras. Desde o início, a enorme aceitação dos temas propostos por Ultimato influenciou a linha editorial do grupo. A primeira obra, assinada pelo fundador da revista e da editora, o pastor Elben César (1930–2016), foi justamente resultado de uma série de artigos publicados em Ultimato, os quais foram lançados na forma de livro, com o título Deixem que Elas Mesmas Falem. A partir daí, vieram muitos outros títulos de autores como Robinson Cavalcanti, Valdir Steuernagel, Paul Freston, Rubem Amorese, Carlos Queiroz, Ricardo Barbosa e outros colunistas e colaboradores da revista.

Entre os escritores estrangeiros, nomes de prestígio como John Stott, Paul Tournier, N.T. Wright, René Padilla, C.S. Lewis e Eugene Peterson demonstram a relevância e a seriedade do trabalho desenvolvido a partir da pequena Viçosa, MG. Colaborou para a excelência da editora uma parceria estratégica firmada em 2011 com a ABU Editora, associada à Aliança Bíblica Universitária do Brasil, ocasião em que os seus mais de setenta títulos foram incorporados ao catálogo de Ultimato. Em média, a editora lança doze novos livros anualmente.

Tradição com interatividade

Ultimato teve o mérito de trazer para o centro das discussões do segmento evangélico temas antes considerados distantes – ou até antagônicos – em relação à Igreja. Matérias de capa sobre pobreza, cultura, psicologia, arte, meio ambiente, sexualidade e economia tiveram imensa repercussão. Alinhada à missão integral – consubstanciada na máxima “o Evangelho todo, para todo o homem, em todas as suas necessidades” –, a revista tem dado espaço e voz às correntes missiológicas surgidas a partir do Congresso Mundial de Evangelização, realizado em Lausanne, Suíça, em 1974.

Se as grandes conquistas do passado deixaram um imenso legado e a credibilidade já é um patrimônio consolidado, Ultimato não deixa de lançar olhares e fazer planos para o futuro. “Cremos, de fato, que chegar à marca de 50 anos é um milagre”, aponta Klênia Fassoni, diretora executiva. Segundo ela, a trajetória da revista é uma história de dependência de Deus. “Queremos continuar confiando nos bons planos do Senhor e na sua providência, não apenas concedendo os recursos necessários à continuidade, mas também nos indicando os caminhos a seguir.” Ressaltando a necessidade de manter vivos os valores do pastor Elben César, ela se lembra do grande sonho do pai: “Que Deus se sirva de Ultimato enquanto lhe aprouver”.

E a revista tem sido, sem sombra de dúvida, um instrumento divino, fato reconhecido por dirigentes de algumas das principais organizações e entidades cristãs do país (ver p.48). Mas ainda há mais – muito mais – a se fazer pelo reino. Entre as metas da Ultimato para os próximos anos, estão a de impactar cada vez mais pessoas com conteúdos que edificam e promovem transformação. De acordo com Marcos Bontempo, diretor editorial, uma das prioridades é o incremento dos canais virtuais, como o portal Ultimatoonline, atualmente com mais de quatrocentos mil visitantes únicos por mês e cerca de 22 mil visualizações diárias. Ali, tudo que é veiculado é liberado para reprodução, o que potencializa tremendamente o alcance das publicações. As edições dos últimos vinte anos da revista, que contam boa parte da história recente da igreja evangélica brasileira, também estão disponíveis para os internautas.

Contando com o apreço dos leitores, uma grande rede de colaboradores e produtores de conteúdo, uma marca respeitável, uma equipe bem preparada e uma estrutura enxuta e funcional, a Editora Ultimato está alçando voos mais altos. “Por meio dos blogs, hotsites e das redes sociais, também temos alcançado novos públicos, como os jovens, que contam com o Ultimato Jovem, espaço de criação e publicação criado há sete anos”, acrescenta Klênia. Com um novo estudo a cada semana, o blog Estudos Bíblicos reúne mais de trezentas obras, classificadas por assuntos ou séries desenvolvidas a partir de livros ou artigos da revista, além do material produzido por ministérios parceiros – um acervo rico e confiável, para estudo na igreja, individual ou em pequenos grupos. E tudo isso porque as boas novas do evangelho, que Ultimato tem semeado há muitas décadas, jamais perdem a validade.

Meio século de relevância

Líderes cristãos e dirigentes de organizações evangelísticas, sociais e missionárias fazem questão de destacar o papel de Ultimato nos últimos 50 anos:

“A revista Ultimato é um meio de comunicação que completa 50 anos demonstrando seriedade, competência e fidelidade ao evangelho e à sua missão. Foi com esses valores que Ultimato levantou assuntos pertinentes ao nosso tempo e trouxe publicações relevantes ao cristianismo no Brasil. Trata-se de um ícone da literatura evangélica brasileira.”
Ebenezer Bittencourt, diretor executivo do Instituto Haggai do Brasil

Ultimato tem cumprido o importante papel de chamar a atenção dos cristãos para a verdade que emerge em todas as páginas das Escrituras: É impossível dissociar a verdadeira reconciliação com Deus do compromisso com a promoção da justiça social. Há uma dimensão política no amor.”
Antonio Carlos Costa, pastor presbiteriano e coordenador do movimento Rio de Paz

“Sou leitor de Ultimato desde os tempos de adolescência. Os artigos e informações da revista contribuíram muito para o meu crescimento e formação espiritual, inclusive nos sete anos em que morei no exterior. O que mais valorizo na revista é a diversidade de opiniões e perspectivas apresentada, mantendo a coerência com os princípios e valores bíblicos e cristãos. Não tenho dúvidas da contribuição de Ultimato para informação e formação de toda uma geração de líderes e cristãos ao longo desses 50 anos. A Visão Mundial se orgulha de ser uma parceira de Ultimato já há bastante tempo.”
João Helder Diniz, diretor nacional da Visão Mundial Brasil

“Considero Ultimato, para a Igreja brasileira, uma das revistas mais equilibradas em seus posicionamentos teológicos. Portanto, ela deveria ser leitura regular de cada pastor, ministro ou sacerdote. Além disso, a editora tem sido uma grande promotora da causa da Bíblia, apoiando, assim, a missão da Sociedade Bíblica do Brasil. Que Deus continue a abençoar toda a equipe editorial.”
Rudi Zimmer, diretor executivo da Sociedade Bíblica do Brasil

Ultimato representa um dos poucos veículos de comunicação com pauta cristã que atua de forma eficaz e direta junto à liderança cristã evangélica brasileira. A preocupação com a escolha de pautas e com a discussão de conceitos e valores cristãos revela o caráter e o compromisso de sua direção e colaboradores em almejar a perfeição editorial. A revista chega aos 50 anos com jovialidade e credibilidade dignas de uma publicação cristã. A Missão Portas Abertas comemora com Ultimato uma parceria que há anos tem gerado força, credibilidade, sustentabilidade e o despertar do público cristão à visão de reino.”
Marco Cruz, secretário-geral de Portas Abertas

• Carlos Fernandes é jornalista, editor, redator e membro da Igreja Missionária Evangélica Maranata, no Rio de Janeiro, RJ.

• Marcos Simas é casado com Alzeli e pai de Pedro e Clara. É editor e publicou mais de quatrocentas obras em mais de 25 anos.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.