Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Baseado em fatos reais

Passei despercebido, entrei sem ser visto, sem ser reconhecido e saí sem ter me despedido. Como um cão que entra e depois deita no chão ou faz xixi em algum lugar eu entrei sem ninguém me saudar, sem sequer me perceber. Se eu tivesse roubado alguma coisa ninguém ia sentir falta, pois não iam ver e jamais iam me prender. Entrei porque a porta estava aberta e o guarda se descuidou. Entrei, andei, olhei, comi, bebi, sentei, falei. mas ninguém me viu nem me ouviu. Um ilustre desconhecido, um estranho no ninho , um jornalista sem lista, sem máquina fotográfica, sem papel para escrever e sem caneta. Entrei como um xereta, invasivamente. Tentei cumprimentar alguém, tentei até sorrir demonstrando simpatia, mas ninguém me viu como se eu estivesse invisível, como se eu fosse uma miragem, ou uma sombra que nem sequer assombra. Quando saí pensei: o que eu fiz aqui? Como um cão sarnento fiquei ao relento longe da minha casa. Depois pensei: eu entrei, mas não fui visto porque aqui não é o meu lugar. Aqui é lugar de gente graúda, gente pós graduada que não liga pra nada e não dá a mínima para um ser humano comum. Me senti pior do que uma folha seca, mas aprendi a lição. Nesse lugar tem muita gente, mas aqui ninguém tem coração. É triste quando acontece algo assim e isto marca a pessoa muitas vezes por toda a vida.

Tem uma passagem na Bíblia que narra a visita de Jesus à casa de Simão e ele não foi bem recebido, não foi sequer saudado, embora tivesse sido convidado para almoçar. (Lucas 7 a partir do versículo 36). Jesus foi convidado, mas não foi bem recebido como, em geral, os judeus faziam com os seus convidados. A história é muito linda e nos deixa lições preciosas. O fato que narrei usando algumas figuras poéticas realmente aconteceu e acontece, creio eu, todos os dias. É comum não sermos bem recebidos até em algumas igrejas. Hoje há separação de classes e muitas pessoas são ignoradas até mesmo no seu local de trabalho. Quando postei este texto baseado em fatos reais, muitas pessoas comentaram e contaram as suas experiência corroborando com o que foi escrito. Cada um com a sua experiência de vida, com a sua decepção, seu momento de dor sendo subtraída no seu próprio ambiente de trabalho. Me aposentei em escola e passei algumas vezes por isto, enquanto os "maiorais" iam se banquetear eu tinha que trabalhar, atender portão e telefone e ficava de um lado para o outro sem opção.

Em nossa vida passamos por pedaços que ficam gravados, são bons e maus pedaços que enfrentamos até como desafio e prova de nosso amor e fidelidade. Talvez uma das piores coisas seja este preconceito que ainda existe em muitas lugares, como eu já disse: existe até nas igrejas. Jesus ia a muitos lugares, mas ele nem sempre era bem recebido, muitas vezes ele foi desprezado e certa vez ele foi expulso do templo, na verdade queriam mata-lo, mas ele não foi pego, escapou no meio da multidão como por um milagre. Ainda hoje ele quer entrar em muitos lares, mas não há aceitação, é rejeitado em muitos lugares, em muitas religiões que não o recebem como Deus e o tratam como um ser comum inscrito numa medalha ou ainda pregado numa cruz. Fazem até estátuas em muitas cidades nos montes altos e as chamam de "Estátua do Cristo". Mas o meu Cristo não está representado numa estátua iluminada à noite, ele está vivo nos corações que o aceitam. Ele é todo poderoso tanto no céu quanto na terra. Quando ele chegar na sua casa receba-o, dê a ele água para lavar os pés, comida, ósculo e adoração, abra o seu coração para ele fazer morada. Não o rejeite como fez Simão que não o adorou, que não reconheceu a sua divindade, embora fosse um homem religioso. Não faça como fizeram com o personagem em epígrafe. Não o ignore, não abandone, trate-o muito bem, pois ele é o nosso Salvador, aquele que um dia virá buscar a sua igreja, aqueles que o amaram, o aceitaram e o receberam bem em suas casas, ou seja, em seus corações.
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 473 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.