Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Almoço em família

Não é só no Natal que os familiares almoçam. Eu não me lembro de nenhum "almoço em família" que eu tenha participado. Acho que sou avesso às pessoas nesta época e as pessoas também são avessas a mim. Talvez isto explique esta coincidência. Mas almoço em família pode ser bom e até indicado para certas ocasiões. É uma oportunidade para se conhecer os parentes e os pseudos parentes. Nesse almoço pode acontecer muita coisa, inclusive pode nem acontecer o almoço. Sempre tem um "espertinho" no meio querendo fazer gracinhas. Quando isto acontece é preciso alguém "desligar" o engraçadinho. Nesses almoços algumas pessoas costumam exagerar na "marvada pinga" ou mesmo em outra bebida alcoólica e tudo pode desandar. Bêbado não sabe o que fala, sendo assim pode falar alguma coisa indevida ou imprópria para o ambiente. Quando isto acontece sempre aparece alguém para colocar "panos quentes" e tem sempre aquela figura conciliadora que se levanta, se apresenta e diz: "Pessoal, hoje é Natal, vamos comportar, estamos em família, pega leve, gente!". Ânimos serenados, recomeçam os comes e bebes que duram até o próximo round. Depois, enquanto uns dormem bêbados, outros falam alguma coisa só para matar o tempo.

Escrevo no Natal de 2019 enquanto a noite avança após um dia de marasmo e sem nenhuma eloquência, pelo menos pra mim. Quem me conhece sabe que não gosto desta época, pois é nesta época que se acentua mais as diferenças sociais e a falsidade é mais latente no ser humano. É a tônica do final do ano, sempre o começo e o final de qualquer coisa acaba pendendo para algum extremo. A diferença é que no começo do ano o clima é outro, são as contas para pagar e os problemas a se amontoar à nossa frente como entulhos ou restos do que sobrou do ano passado. O famoso poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade escreveu o poema "O ano passado não passou" no qual descreve essa mistura entre o velho ano e o ano novo, essa dependência que um tem do outro. Na verdade, tudo na vida é interligado, o ser humano não consegue se desligar do útero materno e continua ligado de alguma forma ao ano passado, aos fatos passados como se fosse tudo se repetir de novo. É uma dependência teimosa e nervosa que levamos pela vida afora. O almoço de família marca esse reencontro com o passado, as novidades velhas e os gestos perdidos no tempo e na mão que não abraça mais como antigamente. "Em vão marcamos novos encontros, todos são velhos encontros", já dizia Drummond no citado poema. Tudo se mistura na mente e no corpo e se confunde na mente cansada que não sente e não pensa mais como antigamente. Lá se vai ou lá se foi 2019 com sua incoerência e surpresas. Vida que segue rumo a 2020 que logo aparecerá no nascente enquanto 2019 se porá no poente. Muitos terão outros almoços de família, outras discussões e outras regalias, sentimentos, dores e sonhos num ano que se projeta e se apresenta prometendo uma melhora substancial neste país tão sofrido e tão explorado.

A esperança nunca esteve tão forte e tão visível nos olhos da população que depositou todas as suas fichas no novo presidente que até agora não a tem decepcionado. Tudo flui e se apresenta com promessas e sonhos, o tempo manda esperar, se acalmar e o homem cansado espera e confia em Deus porque é dele que vem o nosso socorro e a nossa salvação. Esperemos, pois, no Senhor porque Ele é o nosso refúgio e fortaleza, o nosso socorro bem presente na hora da tribulação. Só assim, pela graça de Deus, venceremos o próximo ano, assim como temos vencido até aqui.
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 500 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.