Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

A corrupção começou em casa: no meu [nosso] berço!

Acho que já contei aqui uma situação, até cômica, da minha primeira infância, por volta dos 2 ½ anos, ocasião em que eu era [ainda sou] bastante chorão; chorava por qualquer coisa, minha mãe, muito carinhosa e cuidadosa, me consolava com agradáveis palavras – então eu pedia para ela enxugar minhas lágrimas: "limpa a laga!"; ela passava, uma só vez, sua meiga mão em minha face e eu choramingava "toooda viiiida!" (sic); foi o que me contaram!

Enquanto só carícias tudo bem, não deve é evoluir para a "propina" de, ao se fazer a coisa certa, dar uma barra de chocolate, um sorvete, um brinquedo novo, uma ida ao Mc, uma onerosa viagem à Disneylândia.

No meu caso, as mãos que afagaram, as mãos que enxugaram as "lagas" foram as mesmas que se juntaram, como que apontando para os Céus, em oração pelos filhos; se tornaram as mãos que folhearam a Bíblia instruindo-nos com as histórias da fé.

Todos já vimos mães amorosas que um simples balbuciar de um bebê, no bercinho, as leva a acolhê-lo nos braços entoando cantigas de ninar e a acostumá-lo com o colinho quentinho da mamãe; talvez tenha surgido aí o meu "limpa a laga".

Transita pelas redes sociais um texto interessante, que aponta para a tese de que a corrupção começa em nossas casas; leiamo-lo:

"Convite a todos: vamos mudar o Brasil?
 não fure fila
 não jogue lixo no chão
 recolha seu lixo
 siga as leis de trânsito
 confira o troco e seja honesto
 não pegue nada que não seja seu
 respeite TODOS
 respeite as vagas dos deficientes e idosos
 só ultrapasse na faixa de segurança
 respeite quem estiver nela
 trabalhe fazendo o melhor
 Na dúvida, leia novamente toda a lista
 SEJA A MUDANÇA que você quer ver e convoque outros amigos a fazerem o mesmo" (sic).

Veja, querido leitor, quantas coisas a maioria de nós aprendeu no berço, na infância, no lar através de palavras e exemplos de nossos pais; óbvio que a "minha laga" [lágrima] foi corrigida, ensinada, disciplinada para que eu deixasse de ser manhoso; agora sou apenas "emotivo", "sensível", já não mais chorão.

Se bons costumes fossem ensinados e respeitados, desde a infância, nosso País não estaria na lista dos mais corruptos do planeta – sim, a corrupção nasceu no berço esplendido!

À lista acima, por certo, podemos acrescentar outras atitudes, outros procedimentos que alguns ainda utilizam, neste nosso Brasil em que muitos querem adotar a "Lei de Gerson" [Levar vantagem em tudo]:

 não sonegue impostos [era comum "comprar" recibo de consultas médicas];
 não explore seus funcionários/empregados em horas extras que não são pagas;
 não permita ser usado na tal da "rachadinha", em que políticos "empregam assessores" por um salário mais alto pagando-lhes muito menos;
 Não utilize a prática do tal "caixa 2";
 Se saudável, não apresente atestado de saúde, de doença inexistente, para justificar ausência no trabalho ou na escola;
 Não pegue "cola" com um colega estudioso para ter boas notas nas provas;
 Não minta, em hipótese alguma, mesmo que a verdade lhe seja gravemente prejudicial [já aconteceu comigo];
 Não mande a criança dizer que "não está", quando não quiser atender alguém;
 Não cometa atos reprováveis, por menores que sejam, sob a premissa de que "ninguém está vendo" ou "é uma ‘vezinha’ só;"
 Quando fizer compras para alguém, não aceite "desconto por fora da NF"
 Não faça vendas sem emitir a obrigatória Nota Fiscal
 etc.

Lembre-se, sempre, dos ensinamentos que Deus nos transmitiu pela Bíblia que é a Sua
[dele] Palavra, verdade absoluta e eterna:

"Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele" (Provérbios 22. 6).

"Quem é fiel no pouco também é fiel no muito" (Lucas 16. 10A).

"Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2. 10B).

"Seja, porém, a tua palavra sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno" (Mateus 5. 37), disse o Senhor Jesus.

"Nada há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido" (Lucas 12. 2).

Parafraseando a expressão, do Latim: "Dura Lex, Sed Lex" [A Lei é dura, mas é a Lei], afirmo: "Dura Veritas, Sed Veritas" [A Verdade é dura, mas é a Verdade].

Pense nisto!
São Paulo - SP
Textos publicados: 693 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.