Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

O que Lewis, Cervantes e Lobato têm em comum?

Recentemente tive o privilégio de lançar dois livros. Um é resultado de uma reivindicação de vários leitores e estudiosos de Lewis, que reclamavam do esgotamento do livro Antropologia Filosófica de C.S. Lewis, que foi a tradução para o grande público de minha tese de doutoramento sobre O leão, a feiticeira e o guarda-roupa de C.S. Lewis, uma das sete Crônicas de Nárnia. Nele, faço algumas reflexões em cima da obra, de cunho filosófico, mais precisamente, da filosofia da educação, e de cunho teológico. Logo de início, chamo a crônica de parábola, e também a comparo ao conto de fadas. Ao final, traço um paralelo entre a crônica e a Bíblia. Mas sempre frisando que essa é apenas uma interpretação possível e que o importante, na verdade, é a ética por trás da história, ou seja, os valores universalmente válidos, que ela veicula.

Tudo isso eu resolvi chamar de “antropologia filosófica”, já que a ênfase é o ser humano e temas relacionados a ele, como a razão, a realidade, a redenção e a imaginação.

Como a editora não pretendia partir para uma segunda edição, outra editora sugeriu que eu fizesse uma versão compacta da tese, que resultou em Pedagogia Cristã na Obra de C.S. Lewis, mas que logo também se esgotou.

Por isso é que eu fiz uma boa revisão e acrescentei mais alguns insights, que resultaram no atual O leão, a feiticeira e o guarda-roupa e a Bíblia.

Já o outro livro cujo título é A imaginação ética de Dom Quixote das Crianças, parece não ter muito a ver com o outro livro, mas tem. Fiquei insatisfeita por me mover apenas no âmbito da literatura britânica (acabei fazendo estudos também sobre J.R.R. Tolkien, que foi amigo de C.S. Lewis e com o qual ele compartilhava várias visões sobre a literatura e a imaginação). Resolvi, assim, investigar também a literatura brasileira, à procura de alguém que tivesse explorado a imaginação e seu poder de veiculação de valores universais de forma similar a Lewis.

CONTINUE LENDO NO TEXTO NO BLOG C.S.LEWIS
É mestre e doutora em educação (USP) e doutora em estudos da tradução (UFSC). É autora de O Senhor dos Anéis: da fantasia à ética e tradutora de Um Ano com C.S. Lewis e Deus em Questão. Costuma se identificar como missionária no mundo acadêmico. É criadora e editora do site www.cslewis.com.br
  • Textos publicados: 64 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.