Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

Viva a simplicidade

O capítulo 4 da Segunda Carta a Timóteo apresenta as últimas palavras e preocupações do apóstolo Paulo. Elas são endereçadas ao ainda inexperiente Timóteo e, para o escritor inglês John Stott, mostram que “mesmo que tenhamos sido profundamente transformados por Jesus Cristo, ainda somos seres humanos, com necessidades humanas”. E estamos cheios de necessidades. Não há exemplo melhor do que a novidadeira quermesse de bugigangas tecnológicas em que se transformou a mídia. 

Todos os dias somos apresentados a soluções novas para problemas que ainda não temos. E, claro, somos tomados pela sensação de inadequação ou pelo complexo de inferioridade, simplesmente porque ainda não enfrentamos aquela dificuldade que, “a partir de hoje”, estaria resolvida com a parafernália em oferta. 

É curioso que Paulo, próximo da morte, se preocupava com o futuro (“últimos dias” ou “virá um tempo”) e, paradoxalmente, apontava a solução no “passado” como quem aponta uma novidade esquecida (“permaneça nas coisas que aprendeu”). Os apelos do apóstolo não são fáceis de engolir. Para quem tem um mundo inteiro a um toque das mãos e uma máquina que, ao contrário de Baal, fala e traduz a minha língua, é difícil ouvir “a velha história”. 

Ainda assim, o livro de Timóteo é cheio de recomendações que nunca envelhecem — práticas conhecidas como a oração, a leitura da Bíblia, apelos éticos, apelos doutrinários. Simples assim. Ou, como diria N. T. Wright em Simplesmente Cristão (no prelo), “ser cristão no mundo de hoje é qualquer coisa, menos simples. Mas se há um tempo em que é necessário dizer, do modo mais simples possível, o que cada coisa significa, parece-me que é agora”.


Leia o livro
Como Lidar com a Dúvida, Alister McGrath
A Bíblia Toda, o Ano Todo, John Stott
É diretor editorial da Ultimato.
  • Textos publicados: 177 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.