Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

"Violência doméstica: um desafio para a igreja" é tema do próximo encontro de “Diálogos de Esperança”

Por Ana Luz

O tema violência contra a mulher, recorrente na imprensa, ganha maior repercussão quando envolve figuras públicas ou personalidades famosas, sejam do mundo secular ou do religioso. Em setembro de 2020, a revista Christianity Today revelou o caso do famoso apologista Ravi Zacharias, acusado de praticar violências, abusos e estupros contra mulheres enquanto liderava seu ministério. Recentemente, o caso do DJ Ivis, filmado agredindo a ex-mulher, trouxe de volta a problemática que, segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos só no ano de 2020 registrou 105.821 denúncias de violências contra a mulher. De acordo com o Ministério, este número representa cerca de 30% de todas as denúncias realizadas nas plataformas do Ligue 180 e do Disque 100.

E mais. “Recente pesquisa do Instituto Datafolha revela que uma em cada quatro mulheres acima de 16 anos sofreu algum tipo de violência durante a pandemia. Segundo uma pesquisa da Universidade Mackenzie, 40% das mulheres que sofrem violência doméstica são evangélicas” (Trecho de texto assinado pelo bispo José Ildo Swartele de Mello e pastor Nilson Campos Portugal Santos, não publicado).

Diante deste quadro, o Estado e organizações especializadas oferecem canais de denúncia e realizam campanhas como a "Campanha digital contra a violência psicológica" lançada pelo Instituto Maria da Penha, e a campanha "Sinal vermelho contra a violência doméstica", lançada em 2020 pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que deu origem ao texto da lei que o governo federal sancionou nesta quarta-feira (28/7), que inclui no Código Penal o crime de violência psicológica contra a mulher.

Com o tema "Violência doméstica: um desafio para a igreja", a próxima live de Diálogos de Esperança convidou José Ildo Swartele de Mello, bispo da Igreja Metodista Livre no Brasil e Angola, e Regina Célia, sócia-fundadora, vice-presidente e diretora pedagógica do Instituto Maria da Penha, que, junto com Valdir Steuernagel, conversarão sobre o assunto.

Vamos refletir juntos sobre estas questões: Como igreja, estamos acompanhando os acontecimentos e avançando na proteção das mulheres em nossas comunidades? Porque muitos preferem se tornar cúmplices da cultura do silêncio e da omissão? Como podemos acolher as vítimas enquanto comunidade de fé? Até que ponto a falta de preparo teológico para lidar com situações de violência doméstica também pode contribuir e alimentar a reprodução e manutenção desse evento?

Diálogos de Esperança é uma série de lives que acontecem quinzenalmente por iniciativa coletiva da Visão Mundial, Tearfund, Aliança Cristã Evangélica Brasileira e Editora Ultimato.

Serviço:
Diálogos de Esperança
Tema: "Violência doméstica: um desafio para a igreja"
Data: 3 de agosto de 2021
Hora: 18h (Horário de Brasília)
Local: Canal da Editora Ultimato no YouTube e Facebook Editora Ultimato, simultaneamente
Realizadores: Aliança Cristã Evangélica Brasileira, Editora Ultimato, Tearfund e Visão Mundial

Participantes:
Regina Célia, sócia-fundadora, vice-presidente e diretora pedagógica do Instituto Maria da Penha (IMP). Filósofa, mestra em ciência política pela Universidade Federal de Pernambuco e doutoranda em direito, justiça e cidadania para o século 21 na Universidade de Coimbra em Portugal. É professora universitária há 24 anos. Membro da Academia Brasileira de Ciências Criminais (ABCCrim). Autora do Programa de Formação de Voluntários no enfrentamento à Violência - Defensoras e Defensores dos Direitos à Cidadania; com o apoio do Consulado Americano no Recife.

José Ildo Swartele de Mello, bispo da Igreja Metodista Livre no Brasil e Angola, líder da Conexão Wesleyana de Santidade, professor do Seminário Bíblico Wesleyano, bacharel em Teologia, Faculdade de Teologia Metodista Livre, doutor em Ministério pela Faculdade Teológica Sul Americana (FTSA) e autor do livro Principados e Poderes – reflexões pastorais sobre batalha espiritual, pelas Editoras “No Cenáculo” e “Filhos da Graça”.

Leia mais:
Até quando?
Violência contra a mulher: lançando olhares sobre a experiência de mulheres negras
Nem tão doce lar: como igrejas podem ajudar no enfrentamento à violência familar
Ana Claudia Luz é jornalista e documentarista. Graduada em jornalismo pela UFPA, desde 1999 trabalha com comunicação e missões. Há 5 anos serve organizações missionárias e humanitárias por todo o mundo. Atualmente trabalha de forma remota com a fundação holandesa Road of Hope e na produção da série de lives "Diálogos de Esperança".
  • Textos publicados: 27 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.