Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

Sete dicas para fomentar a conversa sobre ciência e fé na igreja

Por Phelipe Reis
 
Pesquisa feita na Inglaterra aponta que líderes religiosos estão interessados em ciência, mas não tem confiança em discuti-la em público.
 
Fé e ciência são assuntos que parecem nunca se misturar, como água e óleo num mesmo recipiente. Muita gente pensa assim, inclusive no meio evangélico, sem saber que, na verdade, a gênese da ciência moderna se deu em grande diálogo com a teologia e foi articulada, em boa medida, por cristãos. Isso mesmo, a aparente contradição contemporânea na qual foi posta a relação fé e ciência é tão frágil quanto um castelo de areia.
 
Enquanto o diálogo entre ciência e religião parece crescer em alguns espaços, os temas continuam bem distantes dos púlpitos de muitas igrejas. Uma pesquisa feita na Inglaterra apontou que líderes religiosos estão interessados em ciência, mas não tem confiança em discuti-la em público. Segundo a pesquisa, a mídia é a principal responsável por apresentar uma relação de conflito entre ciência e religião, mas o preparo ministerial é crucial para que pastores tenham confiança para se envolverem no diálogo com a ciência no domínio público.1
 
No Brasil, a Associação Brasileira de Cristãos na Ciência (ABC²) tem como objetivo promover a comunicação e a integração entre a comunidade cristã e o campo científico no Brasil. Num documentário2 produzido pela organização, o pastor Guilherme de Carvalho defende que é preciso aproximar a Bíblia da ciência, como se ambas fossem trilhos onde corre o trem da existência. O teólogo Valdir Steuernagel comenta na mesma perspectiva, dizendo que é necessário estabelecer um diálogo respeitoso, levando a sério outras vocações e a própria criação.
 
 
Para auxiliar pastores e líderes na tarefa de fomentar o diálogo entre fé cristã e ciência em suas igrejas, compilamos algumas sugestões simples que podem ser úteis para usar na sua comunidade de fé. Confira:
 
• Uma forma fácil para começar é despertar a admiração durante cultos e outros momentos de oração e adoração, exibindo belas imagens e descobertas científicas dos noticiários. No site da Nasa é possível encontrar excelentes imagens.
 
• Promova momentos de reflexão teológica sobre a ciência, sobre como nossas atitudes em relação à criação ou o que significa ser feito à imagem de Deus. Fique atento às áreas da ciência que exigem uma resposta teológica, como as mudanças climáticas ou a astronomia. Atividades regulares, como grupos, clubes de jovens e atividades comunitárias, proporcionam um ótimo ambiente para explorar esses tipos de perguntas.
 
• Crie espaços e momentos em sua igreja para apoiar os cientistas, professores e jovens que estão na universidade. Há uma grande necessidade de afirmar o valor da ciência como carreira.
 
 
• Use a ciência para cuidar das pessoas e da criação. É quase impossível separar esses dois: as pessoas são afetadas e afetam toda a criação. A Bíblia é muito clara que um de nossos principais chamados é cuidar e manter o mundo, e fazer isso hoje é uma demonstração da esperança e do amor que temos como cristãos. Podemos defender grupos de pessoas e comunidades vulneráveis que estão tendo o seu ambiente degradado e sem recursos para mudar a situação.
 
• Promova conversas e eventos que ajudam as pessoas de fora da igreja a entender que a ciência funciona bem dentro de uma cosmovisão cristã. Podemos discutir as grandes questões que a ciência levanta sobre significado e propósito, e quaisquer questões e objeções que as pessoas levantem.
 
• Visite os membros da igreja em seus locais de trabalho e abra um momento nas manhãs de domingo para que as pessoas envolvidas com a ciência possam compartilhar as alegrias e os desafios de seu trabalho diário.
 
• Insira ciência nos sermões. Muitos líderes e pregadores têm formação científica, ou estão interessados em ciência, então, inserir a ciência no ensino e pregação pode ser uma boa estratégia. Um dos caminhos é usar o sermão para despertar gratidão, admiração e adoração. Histórias de descobertas científicas chamam a atenção para a maravilha da criação. Basta encontrar uma história recente que o inspire de uma fonte confiável e atualizada e compartilhá-la em um momento relevante – de preferência com algumas imagens de alta qualidade se você tiver a tecnologia disponível. Veja mais, aqui.
 
Conheça a Associação Brasileira de Cristãos na Ciência e os Grupos de Estudo da ABC².
 
Notas 
 
Parte deste material foi compilado do site Faraday.
Artigo publicado originalmente no site SEPAL. Reproduzido com permissão.
 

Leia mais: 
 
É natural do Amazonas, casado com Luíze e pai da Elis e do Joaquim. Graduado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e mestre em Missiologia no Centro Evangélico de Missões (CEM). É missionário e colaborador do Portal Ultimato.
  • Textos publicados: 173 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.