Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

Sem penalidades

Jorge Camargo 

Adoro futebol. Sou quase que um jogador frustrado. De vez em quando arrisco minha reputação -- e a do meu time! -- no gol. Levando em conta a barriga avantajada até que me viro bem. Pensando nas paixões que desperta e nas asas à imaginação que o seu encanto em mim concede, decidi fazer alguns paralelos entre uma partida de futebol e a vida. 

Aos quarenta e poucos, me sinto cronologicamente no final do primeiro tempo de jogo. O placar? Bem, joguei com todo o empenho, fiz alguns belos gols. O score é bem elástico, com vários tentos assinalados por ambos os times. Tomei alguns gols antológicos, daqueles que reconheço como obras-primas mesmo tendo sido feitos contra mim. 

Estou prestes a ir para o intervalo, quando irei ouvir do treinador comentários sobre os erros de marcação, as bolas que tomei pelas costas, as distrações nas jogadas de bola parada, as bolas perdidas no meio-campo e que propiciaram contra-ataques fulminantes. Ao fim da mini-preleção, antevejo suas palavras de encorajamento, semelhantes às que grita (junto com um monte de palavrões) à beira do campo, sem, contudo, ultrapassar os limites da área técnica e muito menos sem invadir a cancha, mesmo em casos extremos, como os de uma expulsão injusta. Afinal, a mim cabe somente jogar o jogo. 

Expectativas para o segundo tempo? Apenas a vontade de lutar sem entrega, a despeito do placar final. O grande prazer, a enorme satisfação é de estar jogando, de contemplar a torcida ensandecida, roçar os pés com todo o carinho sobre os muitos gomos da bola, imaginar as mais belas e inesquecíveis jogadas... 

Prorrogação? Talvez, mas se houver será só canseira e enfado. 

Ao apito final, quando se fecharem as cortinas do grande espetáculo, somente uma certeza: seja qual for o resultado último, não haverá cobrança de penalidades.
 

Jorge Camargo, mestre em ciências da religião, é intérprete, compositor, músico, poeta e tradutor. www.jorgecamargo.com.br
Mestre em ciências da religião, é intérprete, compositor, músico, poeta e tradutor.
  • Textos publicados: 39 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.