Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Quatro anos depois da tragédia de Nova Friburgo, morre pastor que ajudou vítimas

Mais Do Que Notícias

Em janeiro de 2011 o pastor Ely Barros mobilizou sua igreja local – a Igreja Presbiteriana de Conselheiro Paulino, em Nova Friburgo (RJ) – para socorrer vítimas da maior tragédia climática do Brasil até então. Mais de mil pessoas morreram na época. Os préstimos liderados pelo Pr. Ely foram tão significativos que ele foi eleito cidadão friburguense no mesmo ano.

Quatro anos depois, no dia 6 de fevereiro, Ely teve um infarto e morreu subitamente aos 63 anos de idade. Seu sepultamento (dia 7/2) aconteceu na mesma data em que comemorava 34 anos de casamento e foi uma prova do quanto ele era querido. Mais de mil pessoas compareceram para dar-lhe o último adeus.

Ely era um pastor “à moda antiga”, que visitava suas ovelhas no dia de seus aniversários e as socorria em qualquer momento difícil. Ele era casado com Débora e pai de duas jovens, Priscila e Beatriz.

Histórico
Ely Barros nasceu em 26 de julho de 1951, na cidade de Trajano de Moraes, RJ, filho de Leandro Barros e Orandina Baloneck Barros. Casou-se com Débora Bastos Barros, em 07 de fevereiro de 1981. Foi pai de Priscila Bastos Barros e Beatriz Bastos Barros.

Foi batizado na Igreja Presbiteriana de Barra do Canteiro, na cidade de Trajano de Moraes, RJ, pelo Rev. Amós Brust. Professou publicamente a sua fé na Igreja Presbiteriana do Cônego, em Nova Friburgo, RJ, no dia 31 de desembro de 1973, também com o Rev. Amós.

Após o casamento, tornou-se aspirante ao ministério na Igreja Presbiteriana do Cônego, e foi aceito como candidato pelo Presbitério de Nova Friburgo (PRNF). Ingressou no Seminário Presbiteriano do Sul, em Campinas, SP, tendo sido licenciado e ordenado no dia 01 de março de 1986, pelo PRNF.

Pastoreou as seguintes igrejas: IP do Cônego, IP de Sião, em Cordeiro (RJ), IP de Conselheiro Paulino, IP de Olaria, IP de Bela Vista, IP de Riograndina, IP de Amparo (km 8); todas as cinco em Nova Friburgo (RJ).

Exerceu os seguintes cargos no PRNF: secretário presbiterial do Trabalho de Mocidade, vice-presidente, tesoureiro, segundo secretário, primeiro secretário, secretário presbiterial do Trabalho Feminino, presidente, secretário presbiterial do Trabalho Masculino, secretário presbiterial de apoio pastoral.

Em 01 de outubro de 2011 foi honrado pela Câmara Municipal de Nova Friburgo com o título de Cidadão Friburguense, pelos relevantes serviços prestados à comunidade.

Veio a falecer no dia 06 de fevereiro de 2015, aos 63 anos. No culto de sepultamento compareceram mais de mil pessoas. Os pastores de diversas denominações o honraram repetidamente como um pacificador, pivô das relações interdenominacionais em Nova Friburgo.
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1174 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.