Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Líderes religiosos pedem revisão da lei paquistanesa da blasfêmia

24 de setembro de 2012  - Representantes de comunidades cristãs, muçulmanas e indianas encaminharam pedido ao governo do Paquistão para que constitua de imediato comissão de investigação a fim de examinar as trágicas consequências da lei de blasfêmia e propor saídas para essa difícil e embaraçosa situação.
 
A petição partiu do grupo que participou, de 17 a 19 de setembro, em Genebra, do encontro sobre “O abuso da lei contra a blasfêmia e as minorias religiosas do Paquistão”, organizada pela Comissão das Igrejas para Assuntos Internacionais (CIAI), do Conselho Mundial de Igrejas (CMI).
 
A lei contra a blasfêmia integra o Código Penal do Paquistão. A petição dos religiosos sustenta que a lei, tal como foi emendada nos anos 80 do século passado, tem uma formulação dúbia, tanto que a polícia como o Poder Judiciário a aplicam de maneira arbitrária. 
 
Com informações da ALC/CMI (Genebra)
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1134 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.