Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

Como conversar com seu filho sobre a Covid-19

Por Márcia Barbutti
 
Assistindo aos noticiários, especialmente sobre o que ocorre fora do Brasil, tive aquela impressão de estar vivendo um filme de ficção. Policiais e soldados restringindo o trânsito de pessoas, restaurantes, comércio, escolas, igrejas... tudo fechado, ruas desertas... Mas isso não tem nada de ficção, é real e está aqui. Diante desse cenário, as reações são variadas assim como variadas são as pessoas. E quanto as crianças? Suas reações não são uniformes e nem podem ser. Algumas reagem com insegurança, medo, preocupação, outras ficam retraídas, introspectivas e há aquelas que parecem estar vivendo apenas um tempo diferente. Pense nas crianças da sua família. Como elas estão reagindo? O que você tem feito e pode fazer? Vamos conversar sobre isso.
 
1. Pergunte o que seu filho já sabe sobre a pandemia. Onde surgiu, a forma como se propaga e como podemos nos prevenir. Verifique se as informações estão corretas e claras. A Família de Trigo preparou um material muito bacana e está disponível pra você aqui
Ouvir a criança é uma boa maneira de ajudá-la a processar o que está acontecendo.
 
2. É muito importante saber sobre os sentimentos da criança. Como ela se sente ao ouvir as palavras coronavírus, pandemia ou Covid-19. Ela se sente confusa, irritada, tranquila, amedrontada? Houve mudanças de planos? Aniversário ou passeio adiados? Doença ou morte na família? Às vezes, a criança tem dificuldade de expressar o que está sentindo. Peça que ela faça um desenho ou você pode fazer diferentes expressões em seu rosto para que ela tente identificar uma (ou mais) emoção que se assemelhe com o que se passa dentro dela. No livreto elaborado pela Mindheart há duas páginas que exploram essa questão. Veja aqui a versão em português.
 
3. Seja franco e honesto sobre os seus sentimentos. Estamos vivendo momentos de grandes incertezas e sem precedentes. É possível que seu filho faça perguntas que você não saiba responder, mas tudo bem, não precisamos ter respostas para tudo agora.
Atenção:
 
(a) Limite ao máximo a exposição dos filhos aos noticiários e policie-se para não ficar direto no celular à caça da última informação. Isso gera ansiedade em você e na família.
 
(b) Não use esse momento para fazer um jogo de culpas e teorias, isso não vai ajudar o seu filho a se sentir tranquilo e seguro. 
 
4. Compartilhe versículos da Palavra de Deus que reforçam essas verdades:
 
a) Deus é o Todo Poderoso e tem tudo sob controle
O Senhor criou tudo que existe e ele fez isso somente com a sua palavra. Ele não precisou de ajuda para criar e nem precisa de ajuda para governar toda a sua criação. Isso inclui toda a natureza (clima, mares, rios, animais, plantas...), pessoas, planetas e circunstâncias. Tudo o que aconteceu, acontece e vai acontecer, Deus já sabe e seus planos são perfeitos, ainda que a gente não consiga entender tudo agora. 
Leia: Jeremias 10.12, Salmos 66.7 e Romanos 8.28
 
b) Podemos confiar totalmente no Senhor
O pecado estragou todos os nossos relacionamentos, mas o Senhor Deus enviou o seu Filho Jesus para restaurar a nossa comunhão com ele, com as pessoas e com toda a sua criação. Por causa de Jesus, sabemos que Deus nunca vai nos desamparar, mesmo quando estivermos com medo e passando por dificuldades, sabemos que o Senhor estará ao nosso lado e podemos confiar nele a cada dia.
Leia: Hebreus 13.5 e Isaías 26.4
 
5. Ore com seu filho. Ajude-o a praticar o que Paulo instruiu aos crentes de Filipos: “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.” (Fp 4.6-7)
 
6. Sejam conscientes e generosos. Temos que dar um passo a mais na conscientização desse momento de reclusão, de boas práticas de higiene e de etiqueta respiratória. Precisamos saber o motivo de praticarmos essas coisas. Em última análise fazemos isso porque somos responsáveis pelo corpo que o Senhor nos deu e também por amor às outras pessoas. Ensine seu filho a pensar teologicamente acerca dessas coisas.  Mostre também a importância da generosidade. Com previsões da queda da economia, mostre-se generoso repartindo o que tem, atendendo as necessidades das pessoas. Troque ideias com seu filho sobre ações de auxílio que sua família pode implementar.
 
Lembre-se de incluir seu filho nas tarefas domésticas e limitar o tempo nos eletrônicos.
Encare esse tempo nebuloso como um tempo de aprendizados e oportunidades.
Explore com sabedoria os diferentes recursos disponíveis.
Deus abençoe você e sua família.
 
Instagram
@jesusemnossolar – veja material para preparar sua família para a Páscoa 
@semeandonocaminho – aprenda a fazer um lapbook do Pai Nosso  
@familiadetrigo – muitas dicas de atividades
@brotherbiblia – desenhos para colorir e atividades
 
Aplicativos
New City Catechism – habilite o Children’s Mode e treine inglês com as músicas que ensinam as perguntas e respostas do catecismo
Hand Talk – que tal aprender um pouco sobre a linguagem de sinais?
 
Música
A Bíblia diz (Stenio Marcius e Diego Venâncio) disponível no Spotify e outras plataformas
Verso e Som – também no Youtube
 
Bônus
Lição sobre "medo", da revista DIA D+, Editora Cultura Cristã.
• Devocionais e brincadeiras: Brincando em casaQuarentena Kids e 30 dias de devocionais.
 
Leia mais
 
É editora assistente da Editora Cultura Cristã, responsável pelos materiais infanto-juvenis.
  • Textos publicados: 16 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.