Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

1 em cada 7 cristãos é perseguido, segundo Lista Mundial da Perseguição 2022

Por Felipe David Pereira
 
Foi divulgada, nesta quarta-feira (19), a Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2022, ranking de 50 países com maiores níveis de perseguição aos cristãos produzida por Portas Abertas. De acordo com os dados, mais de 360 milhões cristãos estão sujeitos a pressão e violência ao redor do mundo.
 
A pesquisa aponta também que um em cada sete cristãos em todo o globo sofre  perseguição e indica um aumento de 20 milhões de perseguidos entre os adeptos ao cristianismo em relação ao ano passado. A pesquisa abrange o período de 1º de outubro de 2020 a 30 de setembro de 2021.
 
A organização que produz a lista avalia que o índice de perseguição tem aumentado de forma constante nos últimos anos e ressalta que, desta vez, a pesquisa indica o mais alto nível de perseguição desde que a primeira lista foi publicada há 29 anos. 
 
Violência e hostilidade
O registro de assassinatos de cristãos por sua fé aumentou de 4.761 casos (LMP 2021) para 5.898 (LMP 2022). A África Subsaariana e, especialmente, a Nigéria, são responsáveis pela maior parte deles. O número total de igrejas atacadas passou de 4.488 (LMP 2021) para 5.110 (LMP0 2022) e as detenções e prisões aumentaram 44% (da LMP 2021) para 6.175, com 1.315 delas na Índia.
 
Apesar da violência aberta chamar mais a atenção, a pesquisa define perseguição aos cristãos como “qualquer hostilidade experimentada como resultado da identificação de uma pessoa com Cristo”. Podem ser atitudes agressivas, palavras e ações contra cristãos, como discriminação no trabalho, pressão para renunciar à sua fé por membros da família, ser colocado no final da fila de ajuda e remédios – principalmente durante a pandemia da Covid-19, burocracia impedindo o licenciamento de igrejas e muito mais.
 
Afeganistão assume o topo e Cuba entra para o ranking
O Afeganistão substituiu a Coreia do Norte no topo da lista após 20 anos, tornando-se o lugar mais perigoso do mundo para ser cristão. “É bom deixar claro que a Coreia do Norte continua com uma perseguição ao cristão em níveis extremos, mas o cenário atual do Afeganistão, fez com que os dois países se igualassem em violência, intolerância e perseguição aos cristãos”, explica o secretário-geral da Portas Abertas Brasil, Marco Cruz.
 
Cuba e Níger são os dois novos países no ranking atual. Cuba devido ao aumento das medidas restritivas às igrejas que se posicionam contra a ideologia e ações do governo comunista. Durante a pandemia da Covid-19, as autoridades impediram as atividades cristãs tanto na comunidade como na igreja. Os líderes cristãos foram monitorados, presos, tiveram propriedades confiscadas e foram extorquidos. 
 
O Níger entrou na LMP 2022 uma vez que o islamismo é considerado uma herança étnica e aqueles que decidem deixar Maomé para seguir a Jesus enfrentam grande oposição dos familiares e comunidade. Frequentemente, grupos extremistas islâmicos, como Boko Haram, têm como alvo os cristãos nesse país. 
 
A Lista completa, mapa e o perfil de cada um dos 50 países da Lista Mundial da Perseguição podem ser vistos neste link. Para saber mais sobre a LMP 2022, assista ao vídeo a seguir
 
Felipe David Pereira, jornalista mineiro especialista em Marketing Digital e pós-graduando em Cinema. Cristão e metodista apaixonado por música e se descobrindo na arte de contar boas histórias.

Leia mais:

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.