Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Saindo da moldura!

Nesta semana, em um dos vídeos que gravei, eu li parte de um texto do meu primeiro livro: "Tudo tem o seu tempo"; o, digamos, "prefácio" foi com os primeiros oito versículos de Eclesiastes 3, apontando que há tempo para tudo.

Esse livreto foi a mensagem de despedida minha, em 2001, dos amigos [milhares] conquistados durante 44 anos de trabalho na mesma Empresa, Banco Real, e baseou-se nos versículos 7 e 8 do capítulo 4 da segunda carta do Apóstolo Paulo ao seu filho espiritual Timóteo:

"Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda."

Cada capítulo do livreto tinha como título uma das expressões destes dois versículos: "Combati o bom combate", "Completei a carreira", "Guardei fé" etc.

No capítulo "Guardei a fé" expressei a fé que depositava na Empresa, nos seus princípios, nos seus valores corporativos: integridade, respeito, trabalho em equipe, profissionalismo, terminando por dizer:

"Mas tenho, prioritariamente, Fé em Deus. Não o Deus que está na moldura, na parede, mas o Deus que está no coração." E continuei dizendo: "Conta o Dr. Stanley Jones, em seu último livro, a história de um filho, talvez o seu próprio, que me dá a noção exata disto: Um garotinho estava nos Estados Unidos enquanto seu pai e sua mãe atravessavam os mares como missionários."

"O dia de Natal chegou e o diretor da escola disse a si mesmo: ‘Aquele garotinho sentirá saudade de seus pais’. Por isso ele foi vê-lo e disse-lhe: - O que você mais gostaria que acontecesse nesta manhã de Natal?’"

"O garotinho pensou por um momento e, apontando para o retrato de seu pai que estava sobre a cômoda, disse: ‘Mais que tudo, eu gostaria que meu pai saísse desta moldura e viesse ficar comigo.’"

Continuei escrevendo esse capítulo dizendo: "Isto aconteceu! Deus saiu da moldura do universo, e o vimos no rosto de Jesus Cristo. Ele é Deus conosco. Pois Jesus Cristo é o nosso Pai celestial, personificado conosco. Ele é a resposta a este clamor da humanidade por algum poder sobre nós."

Sim, o nosso Senhor e Salvador pessoal, o Senhor Jesus Cristo não está na moldura de um porta retrato, não está mais naquela cruz, muito menos naquele túmulo emprestado!

O Senhor nosso, Jesus Cristo, Deus Filho, retirou-se das molduras nas quais o ser humano persiste em mantê-lo; ressuscitou, ressurgiu para a vida eterna, e espera o dia em que virá nos buscar, como afirmou, para com Ele morar, nas moradas que nos foi preparar (João 14. 1-3).

Temos que estar preparados, vigiando e orando, em todo o tempo, porque ninguém sabe a hora e nem o dia, nem mesmo Ele, somente o Pai; sim, Ele vem nos buscar conforme afirmou de viva voz:

"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também" (João 14. 1-3).

Pense nisto!
São Paulo - SP
Textos publicados: 576 [ver]
Site: http://www.sefiel.com.br

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.