Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

O recado de Deus!

No passado, Deus falou ao seu povo, e a nós, através dos profetas, conforme lemos em Hebreus 1. 1-2, e, também vem transmitindo a sua Palavra por diversas outras formas; depois, incluída a nossa era, falou [fala] através do Seu Filho, O Senhor Jesus, e pelo seu Santo Espírito.

Deus nos mostra a importância que Ele dá, e devemos dar também, à transmissão da Palavra d’Ele, em ser guardada, ser ensinada, ser transmitida, de geração a geração, a todos os seres humanos.

"Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa e, andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas" (Deuteronômio 6. 4-9).

Em um primeiro momento Ele nos ensina que é o único Deus, e deve ser amado por todos nós, pelos nossos descendentes, de todo o nosso coração, de toda a nossa alma, e com toda a força do nosso entendimento.

Exatamente por isso, creio que, pelo fato de o termos recebido, no coração, não devemos tê-lo só para nós, seria egoísmo não compartilharmos com o próximo.

Há um texto que declina: "Guardei a tua Palavra em meu coração, para eu não pecar contra Ti" (Salmo 119. 11); quando oro, quando ensino este texto complemento-o dizendo "para eu não pecar contra Ti, e para que eu a transmita, a ensine, a testemunhe àqueles que não a conhecem".

Essa ação de transmitir a Palavra de Deus, o IDE que nos foi dito e determinado pelo Senhor Jesus [a grande comissão] está, também, determinada no Antigo Testamento, quando o Senhor nos determina que a sua Palavra seja ensinada, conforme versículos acima citados, aos nossos filhos, aos que conosco residem, aos amigos da escola ou do trabalho, bem como aos que encontramos pelo caminho.

O "ide", vétero testamentário vai além, dizendo para atarmos a Palavra de Deus, como sinal, em nossa mão, em nossa fronte, nos umbrais de nossas casas e portas.

Jamais, em tempo nenhum, nosso Deus e Senhor admitiu uma atitude, repito, egoísta de nossa parte, guardando a Palavra somente para nós, pois é uma palavra de salvação pela graça, mediante a fé no Senhor Jesus, para o mundo todo.

Ele chega a nos exortar, através de João, que Ele, o Senhor Jesus, por amor, deu a sua vida por nós, e que devemos dar a nossa vida pelos irmãos, pelo próximo (I João 3. 16); creio que está subentendido aí que levar o evangelho a toda criatura, ensinar, testemunhar não é proselitismo; é um gesto de amor ao próximo, e de obediência a Deus que não quer que ninguém se perca, mas que todos alcancem a salvação, o arrependimento de seus pecados (II Pedro 3.9).

Pense nisto!
São Paulo - SP
Textos publicados: 568 [ver]
Site: http://www.sefiel.com.br

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.