Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

João Batista e o apóstolo Paulo: servos que não buscavam aplausos humanos!

Por pouco, o Apóstolo Paulo não foi contemporâneo de fé do profeta João Batista.

Quando o Apóstolo Paulo, antes chamado Saulo, foi convertido por Deus a Cristo, o profeta João Batista já tinha sido morto vários anos antes (ambos nasceram praticamente no limiar da chegada da era Cristã).

Todavia, em comum entre eles, havia o senso de humildade e um resoluto compromisso de só fazer o Nome de Cristo conhecido, num ato contínuo de negação a qualquer interesse pessoal por popularidade, aplausos ou busca "midiática".

As duas mais fenomenais declarações de João Batista foram estas, conforme registradas nos Evangelhos segundo registrou: "Mateus 3:11 E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas sandálias não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo" ... "João 3:30 É necessário que ele cresça e que eu diminua".

Quanto ao Apóstolo Paulo, uma das maiores evidências de sua busca pela humildade, foi pelo fato de ter esperado 14 anos para anunciar aquela que foi a sua maior experiência com Deus, à de ter obtido uma extraordinária visão celestial, algo que ele só relatou, e até constrangido (atente para o versículo 11), pois sofria muita perseguição em seu Ministério Apostólico:

"2 Coríntios 12:1 EM verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. 2 Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu. 4 Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar. 5 De alguém assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas. 6 Porque, se quiser gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; mas deixo isto, para que ninguém cuide de mim mais do que em mim vê ou de mim ouve. 11 Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes. Porque eu devia ter sido louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos, ainda que nada sou".

O Apóstolo Paulo evitou propagandear suas experiências sobrenaturais com Deus (a própria conversão dele no caminho de Damasco foi marcada pelo sobrenatural): "1 Coríntios 2:2 Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado"
Recife - PE
Textos publicados: 319 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.