Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Corações Feridos: Necessidade do Perdão.

Efésios 4: 31 e 32

Vivemos em um mundo de pessoas ofendidas e que ofendem, de pessoas machucadas e que machucam. Corações marcados por feridas na alma, que olham para dentro de si e não sabem como se curar. Feridas que sangram e ninguém as vê, sorrisos teatrais e felicidade de aparência. Trilhando por vales sombrios, escondendo-se em cavernas e muitas vezes clamando pela morte, como o profeta Elias ao ser perseguido (1 Reis 19:3-8). E para disfarçar a dor enchem-se de orgulho, pois só olha para dentro de si.

Isto tudo não passa de um grande baile de máscaras, no qual cada um tenta aparentar mais que o outro o que não é e como não está. As redes sociais fazem parte deste mundo de aparência, em que o que se posta é como quer ser visto, não importando se é a realidade. Em que estar conectado se tornou o "refúgio" destes corações para não ouvir o choro da sua alma.

Nossa sociedade está doente desde a queda de Adão e Eva. Vidas vazias de sentido e significado, buscando respostas onde só há mais escuridão e escravidão. E um dos males que encontramos em nossa sociedade e que tem sido uma das causas de feridas profundas na alma é a falta de perdão e busca vã em ser perdoado, pois é procurado em lugares vazios de perdão e cura (Mateus 18:21 e 22).

Assistindo o filme A Mulher na Janela, da Netflix, uma cena chamou minha atenção. No filme a personagem Ana Fox (Amy Adams), que é psicóloga infantil, sofre de depressão e ansiedade, depois de ter perdido a filha e o esposo em um acidente de carro, no qual ela estava dirigindo. Na cena, que chamou minha atenção, ela está chegando ao fundo do poço e pensa em suicídio, então, resolve fazer um vídeo de despedida e, sua fala é: "Eu só queria acabar com isso... só queria ser perdoada, eu realmente queria ser perdoada, eu quero voltar atrás, quero fazer tudo de novo, quero fazer tudo diferente e não posso, não dá." Seu ato de desespero é devido a uma ferida profunda na alma, causada pela necessidade de ser perdoada e por buscá-la em terapias, remédios e olhando para si e não encontrar cura e nem respostas.

A realidade desta personagem não está distante da realidade de muitos personagens da vida real. Em algum momento da vida traumas, escolhas erradas, perdas, ofensas e atos errados que cometemos contra o outro trouxe a necessidade de perdão ou de se sentir perdoado. Um dito popular quando o assunto é perdão é dizer que só Deus perdoa, se isentando de escolher perdoar. Quanto mais rancor e amargura carregarmos, mas duro se torna nosso coração e menos amor guardamos.

Não sei qual a sua realidade leitor, se é a necessidade de perdoar ou de obter perdão. Se tem buscado e não tem conseguido se livrar do peso do passado, se tem sentido vontade de fazer tudo diferente e sente culpa por não poder mais, se a necessidade do perdão causa dores profundas em sua alma. Se a depressão e a ansiedade tem tomado conta da sua vida e consumido seus dias em escuridão. Busca e não encontra cura. Quero te dizer hoje que há sim cura para tudo o que tem, vivido, há o caminho que traz vida e verdade (João 14:6), o nome dele é Jesus. Ele veio ao mundo para consumar, através da sua morte de cruz e sua ressurreição, o perdão de todos os seus pecados, mesmo aqueles pecados que considera mais sombrios, não há pecado que a Graça e misericórdia não alcance (1 João 1:9; Efésios 1:7). E para te ensinar a perdoar assim como foi perdoado (Mateus 6:12). Entregue sua vida, seu coração, sua história a Cristo e tudo novo Ele fará, pois não há mais condenação para aqueles que estão Nele, não há por que carregar culpa, pois Ele já pagou o preço e levou sobre si. Apenas creia, tenha fé em Jesus como seu único e suficiente salvador. Nele está à resposta para a sua necessidade de perdão, só Nele (Salmos 32:1). O amor cobre uma multidão de pecados (1 Pedro 4:8).

Debhora Gondim
Boa Vista - RR
Textos publicados: 9 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.