Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

A pesca maravilhosa (versão Kids)

Nos meus tempos passados dando aula de EBD, uma mãe me procurou pra relatar um fato ocorrido com ela junto com seus dois filhos quando, em férias, aproveitaram e foram pescar.

Um dos filhos começou a ver a isca ser fisgada várias vezes consecutivas. O outro, contemplando aquela "pesca maravilhosa" (*) do irmão, e sem nada acontecer com a sua isca, virou-se para a mãe e disse algo do tipo: "Mãe, Jesus fez milagre numa pescaria, e porque eu não consigo pescar nada?"

Aquela mãe ficou perplexa e desnorteada, pois sabia que aquela pergunta punha em questão algo referente à fé e ao poder de Deus.

O temor repentino daquela mãe, entendi claramente, foi achar que a criança poderia deixar de se interessar pelos assuntos relacionados à vida cristã.

Fosse comigo, o teria orientado biblicamente de que o ocorrido com o discípulo, naquela pesca maravilhosa, não seria um exemplo a ser necessariamente experimentado por todos, como acontecera também, em outros milagres, quando Deus, por exemplo, abriu o Mar Vermelho.

A primeira e imediata iniciativa da mãe, foi tomá-los pelas mãos e orar para que O Senhor o pudesse fazer se alegrar em conseguir puxar um peixinho pelo anzol.

Ao retomarem a pescaria, pasmem, a isca do anzol daquela criança foi logo fisgada, o que os deixou sobremodo alegres.

Essa mãe teve mais fé do que eu!

Deus seja louvado!

(*) Lucas 5:3 E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão. 4 E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. 5 E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede. 6 E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede. 7 E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique. 8 E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador. 9 Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito. 10 E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens. 11 E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram.
Recife - PE
Textos publicados: 295 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.