Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

A ceia que Deus quer de nós

A Santa ceia ou ceia do Senhor é a primeira ordenança de Jesus à igreja. Por toda Bíblia vemos instruções para nos lembrarmos do que Deus fez por nós no passado, como Davi lembrando de bênçãos no Salmo 103, a festa da Páscoa (Ex 12:14) que apontava para a ceia do Senhor e outros alertas as lembranças (Dt 8:2, 11, 18, 16:12, Lc 17:32, 2Tm 2:8).
Jesus deixou a ceia como memorial de sua morte e do que Ele fez por nós (Lc 22:19, 1Co 11:24).

Ela tem como elementos o pão, que representa o corpo de Jesus repartido em nosso favor (1Co 10:24, Lc 22:19, Mc 14:22, Mt 26:26) e seu sangue derramado por nós (Mt 26:28, 1Co 11:25, Mc 14:24, Lc 22:20). A ceia deve ser um momento de comunhão com Jesus (1Co 10:16,21) e com a congregação, a igreja, os irmãos (1Co 11:22, 10:16,17). O cálice da ceia (objeto em que o fruto da videira está) é chamado de cálice da bênção, logo, entendemos que ao participar da ceia somos abençoados (1Co 10:16)

A santa ceia aponta para quatro direções:
*O passado; precisamos lembrar do que Cristo fez por nós (Lc 22:19, 1Co 11:24,26)
*O presente fora de nós, anunciando a morte Dele aos que estão ao nosso redor (1Co 11:26)
*O presente dentro de nós, fazendo uma auto análise da nossa vida e conduta para julgarmos se estarmos perdoados e andando retos diante de Deus (1Co 11:28,32)
*O futuro; anunciando que o Cristo que morreu e reviveu, voltará em breve (1Co 11:26)

A ceia também pode servir de tribunal. Ao participarmos dela sem discernir, não tendo reverência ao corpo de Cristo, ou seja, Sua Igreja, não andando em comunhão com os irmãos e com Deus em santidade receberemos juízo por isso. (1Co 11:27) Mas o juízo não vem por causa da ceia e sim do nosso pecado; participar da ceia apenas aumenta o pecado, pois estamos celebrando o que Jesus fez pra nos libertar do pecado enquanto estamos perseverando no erro. Um exemplo disso é Judas que recebeu sua sentença da parte de Cristo durante a ceia (Lc 22:21-22, Jo 13:21).

Porém a ordem e a vontade de Deus é "examine-se e coma da ceia" (1Co 11:28), ou seja, ao constatar um erro em nossa vida devemos confessá-lo a Deus e nos arrependermos dele deixando-o para trás, assim acharemos misericórdia (Pv 28:13). Logo, não trate a ceia como mais uma coisa na vida cristã, a ceia não tem a ver com a ceia, mas aponta a Cristo. Também não trate ela como um evento religioso, do qual se você deixar de participar um dia por algum motivo(Não podia estar na igreja naquele dia ou algo assim) está em pecado. A mesma seriedade da ceia serve para as ofertas (Mt 5:24). Uma celebração em nosso culto a Deus não é mais urgente ou importante do que nossa santidade e relacionamento com o próximo.
Seropédica - RJ
Textos publicados: 8 [ver]
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.