Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Crianças são quase um terço de todas as vítimas de tráfico humano

O Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas foi lembrado no último domingo (30) com um apelo das Nações Unidas por mais apoio às vítimas desse tipo de crime. Organismo internacional alertou para os vínculos entre guerra, deslocamento forçado e contrabando de seres humanos.

“O conflito é um terreno fértil para atividades criminosas”, disse o diretor-executivo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), Yury Fedotov, por ocasião da data. “As pessoas forçadas a se deslocar de suas casas estão sujeitas ao tráfico [...] enquanto tentam desesperadamente escapar da violência.”

De acordo com o último Relatório Global do UNODC sobre Tráfico de Pessoas, na Síria, por exemplo, mulheres e crianças tinham menos probabilidades de serem traficadas antes de 2011. “Desde o início da crise síria, no entanto, um número crescente de países na Europa, Ásia e Oriente Médio detectaram vítimas de tráfico vindas desse país”, afirmou Fedotov.

Todos os países do mundo são afetados pelo tráfico de seres humanos, seja como local de origem, trânsito ou destino das vítimas, explicou o UNODC. As crianças constituem quase um terço de todas as vítimas de tráfico humano em todo o mundo, de acordo com o último relatório da agência da ONU sobre o tráfico.

Neste ano, para marcar a data global, a ONU está promovendo um Fundo Fiduciário para apoiar vítimas de tráfico humano que, em todo o mundo, são alvo de exploração sexual e pornografia, remoção de órgãos, indigência e criminalidade forçada, entre outras violações de direitos. Iniciativa visa ampliar assistência prestada a essas pessoas por meio do financiamento de organizações não governamentais especializadas. Indivíduos vindos de áreas de conflito armado e identificados entre os grandes fluxos de refugiados e migrantes estão sendo priorizados.

Mais proteção para as crianças

As relatoras especiais da ONU Maria Grazia Giammarinaro — sobre tráfico de pessoas e Maud de Boer-Buquicchio — sobre comércio e exploração sexual de crianças —, afirmaram, em comunicado, que todas as crianças que fogem do conflito, especialmente as que viajam sozinhas, são vulneráveis a abusos de diferentes tipos, como o assédio sexual e o trabalho infantil.

No início de setembro, a Assembléia Geral da ONU discutirá o tráfico de pessoas e o tráfico de migrantes em uma sessão especial em Viena, na Áustria, onde está localizada a sede do UNODC. O evento faz parte dos preparativos para um pacto global sobre migração que deverá ser concluído e adotado em 2018.

O Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas, lembrado em 30 de julho, foi estabelecido pela Assembléia Geral da ONU em 2013 para conscientizar a população sobre a situação das vítimas do tráfico humano e para promover a proteção de seus direitos.

Leia a matéria na íntegra, aqui.

Fonte: ONU/Brasil.
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 976 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.