Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

A Reforma Protestante em estudos bíblicos

Para celebrar a semana da Reforma Protestante, o blog estudos bíblicos publica, a partir de hoje, 5 estudos bíblicos sobre as, digamos, bandeiras da Reforma mais conhecidas. Os cinco “solas” de Lutero precisam ser relembrados e também estudados na igreja: “Sola Scriptura” (Somente as Escrituras), “Solus Christus” (Somente Cristo), “Sola Gratia” (Somente a Graça), “Sola Fide” (Somente a Fé), e “Soli Deo Gloria” (Somente a Deus a Glória).

A Reforma é antes de tudo um redescobrimento da Palavra de Deus e não é por outra razão que colocamos à disposição dos leitores mais essa série de estudos bíblicos.

Para ler, estudar e imprimir o seu estudo bíblico, acesse nosso blog de estudos bíblicos ao longo da semana.

Acesse também a nossa página Reformadores, com frases, imagens e muitos outros recursos sobre a Reforma Protestante.



Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 971 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.