Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Resista que ele foge!

Temos vivido dias de insegurança quase que total; grandes centros, cidades médias e, até, as pequenas têm sido vítimas de assaltos, furtos, roubos, explosões de caixas eletrônicos, sequestros, latrocínios, entre outros tipos de agressões.

São assaltos de porta de banco, nos quais são seguidos aqueles que sacaram quantias elevadas, são sequestros relâmpagos, nos quais são roubados cartões de crédito, joias, relógios, celulares, tênis de marcas famosas, etc.

A orientação das Autoridades Policiais se resume em dizer: esteja sempre atento, não deixe à mostra objetos de valor e, principalmente, "NÃO RESISTA" [correta "lei" dos homens], pois o meliante pode sacar uma arma e atirar ou, se for arma branca, pode esfaquear/apunhalar a vítima.

O mais importante, no entanto, é "não resistir", é entregar tudo [bens materiais se recuperam, mas a vida não]; e isto deve ser feito avisando, prévia e cuidadosamente, ao assaltante todos os movimentos: vou pegar a carteira no bolso traseiro, vou tirar o relógio, etc. para evitar que ele pense que vai haver reação.

Já disse, mais de uma vez, que vida cristã deve ser uma prática 24 horas por dia, de segunda a segunda; fui refutado, uma vez, com a seguinte expressão: "como ter vida cristã 24 horas por dia?" – reafirmei e vou explicar, abaixo, como isso deve acontecer em nossas vidas.

* Creio, perdoem-me os que não pensam assim, que na condição de cristão, quando receber um troco maior, devo devolvê-lo;

* que ao achar um objeto esquecido por alguém no banco da condução, ou na cadeira de uma sala de espera, devo devolvê-lo;

* quando for fazer a Declaração do Imposto de Renda nada devo omitir para reduzir o imposto a pagar;

* quando estiver conversando com alguém, familiar ou amigo, não devo usar linguagem pornográfica [nem devo ter pensamentos obscenos] – são pequenos exemplos para deixar claro o que eu chamo de vida cristã 24 horas – sim é possível.

E digo, ainda, que "quem é fiel no pouco é fiel no muito" (Lc. 16 10).

É possível e bíblico: "Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra cousa qualquer, FAZEI TUDO PARA A GLÓRIA DE DEUS" (1 Co. 10 31); é óbvio que não posso burlar o Fisco [Imposto de Renda, por exemplo] para a glória de Deus! É claro que não posso desejar a mulher do próximo para a glória de Deus.

Ainda citando a Palavra de Deus: "Filhinhos meus, essas cousas vos escrevo para que NÃO PEQUEIS. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo" (1 Jo. 2 1).

Se nos tornamos cristãos, a partir do recebimento PESSOAL do Senhor Jesus, no coração (Jo 1 11-13), deixamos de pecar [pelo menos dolosamente, qual seja, com a intenção de fazê-lo]; então não vivemos mais na "prática" do pecado, mas, involuntariamente, pode ocorrer de pecarmos; aí é que entra a ação do nosso "Advogado" junto ao Pai, o Senhor Jesus Cristo:

"Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados [a Deus], ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não temos cometido pecado, FAZEMO-LO MENTIROSO, E A SUA PALAVRA NÃO ESTÁ EM NÓS" (1 Jo. 1 8-10).

Lemos, ainda: "O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e DEIXA alcançará misericórdia" (Pv. 28 13).

Detesto mentira, abomino dissimulação, não aceito invenção de estorinhas para justificar um procedimento incorreto; quando se mente as coisas não ficam bem, e nova mentira tem que ser inventada para corrigir a primeira, depois a terceira, etc.

A mentira é um poço sem fundo, e temos que ter consciência de que quando mentimos FAZEMOS O SENHOR JESUS MENTIROSO e a sua Palavra não está em nós [v. 10, acima citado]; é grave, muito grave a intenção [dolo] de pecar para aquela pessoa que já pertence ao Senhor Jesus.

Digo sempre: - o diabo não ataca os que já são seus [para quê, se já são dele?]; ele busca os que são de Cristo na tentativa de tirá-los do único Caminho, que é o Senhor Jesus:

"Respondeu-lhe Jesus: Eu sou O CAMINHO, a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, SENÃO POR MIM" (Jo. 14 6).

Por isso devemos estar vigilantes: "Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mt. 26 41), foi o que disse o Senhor Jesus.

Foi pensando em outro conselho [determinação] da Palavra de Deus que dei o título acima a este artigo: "Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas RESISTI AO DIABO, E ELE FUGIRÁ DE VÓS" (Tg. 4 7) – [Lei de Deus].

O diabo sucumbe pelo poder da oração e fidelidade, do cristão, a Deus, [oração feita "em nome do Senhor Jesus"]; ele foge, pois só é forte quando acha que domina o ser humano, quando pensa que estamos distantes do nosso único e suficiente Senhor e Salvador; e odeia quando dizemos a ele que "fomos salvos pelo sangue de Jesus" – treme, odeia e foge!

Pense nisso!
São Paulo - SP
Textos publicados: 483 [ver]
Site: http://www.sefiel.com.br

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.