Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

Não somos perfeitos

João Thiago da Cunha Netto

Não sei se você já teve esta sensação: diante de alguém que fala mal de algo que você ama você fica sem reação porque, no fundo do seu coração, você sabe que a pessoa está certa e, por mais que te machuque, você não pode fazer nada, pois concordar com os fatos é mais forte do que sua própria vontade.

Tive esta sensação ao ler Salvos da Perfeição, de Elienai Cabral Júnior. Ele, filho de pastores, cresceu “na fé” e conhece a igreja por dentro. Porém, não fala de bastidores sujos, mas de uma realidade ainda pior: a igreja falhou.

A igreja falhou em sua missão de alimentar os famintos, curar os enfermos, dar liberdade aos cativos.

Mas por que ela errou? Por nossa causa. Nós, que não fomos atentos à palavra de Deus e à força da sua vontade. Não entendemos o que ele nos dizia e criamos uma imagem de Deus diferente do que ele é de verdade. E o autor deste livro entende que fizemos isso.

Sua crítica é concisa e objetiva. Cáustica por vezes, contudo sempre sólida e consistente, o que faz com que seja ainda mais dolorida. O livro é contemporâneo, falando de como os nossos problemas pessoais influem em nossa visão de Deus e em nossa interação com a instituição igreja. Elienai nos mostra o quanto falhamos conosco mesmos enquanto não entendemos que não somos perfeitos, e sim humanos cheios de falhas, e que, exatamente por isso, Deus nos ama mais que tudo.

Jesus, para o autor, não é apenas um interventor de Deus no meio da humanidade. Ele é a própria humanidade de um Deus perfeito, que se faz imperfeito para se assemelhar a nós e nos levar de volta até ele.

Não é leitura fácil. Elienai desconstrói a igreja, Deus, Jesus e, por fim, nós, que pensamos na perfeição como sendo a nossa meta. Desconstrução é um processo longo, árduo e apenas permitido aos que têm a capacidade de olhar a vida por diferentes ângulos, sem preconceitos e abertos a novos paradigmas e pontos de vista.

Para mim, a leitura foi um parto. Um parto de uma nova visão de igreja, mais próxima do que Deus definiu que ela seria. Mais próxima de cumprir seu papel de diminuir o sofrimento na terra. Mais próxima da felicidade.


• João Thiago da Cunha Netto, casado com Fernanda, é jornalista e escreve no blog www.webbencao.blogspot.com e no site www.jornallivrearbitrio.com. Escreveu o blog-livro www.larinterior.blogspot.com. Atua como evangelista na Igreja Apostólica Batista Projeto Céu, em Santos, SP.

Para saber mais sobre “Salvos da Perfeição” clique aqui.

Acesse também o Hot-Site do livro.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.