Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

C.S. Lewis e o meio ambiente

Por Paulo F. Ribeiro

Embora C.S. Lewis não seja considerado um autor conhecido por escrever sobre meio ambiente e sustentabilidade, sua contribuição nas Crônicas de Nárnia e na Trilogia Cósmica é impressionante. Lewis, foi, talvez, o primeiro autor do século passado a apontar a questão da dependência energética quando, em Além do Planeta Silencioso, o anjo responsável pela terra fica impressionado com “o extraordinário grau em que os problemas de levantar e transportar coisas absorvem nossa energia”.
 
As considerações a seguir são baseadas especialmente em ideias expressas nas Crônicas de Nárnia e na Trilogia Cósmica.
 
1 – O que fazemos em relação ao meio ambiente depende de como pensamos sobre o nosso relacionamento com a natureza em geral, e o meio ambiente em particular.  
 
2 – Nosso mundo é parte de um cosmo que está cheio de vida; isto é, vida carregada com significado, e este significado compreende e integra as relações éticas entre os seres vivos.
 
3 – Para Lewis a natureza é “um índice, um símbolo e uma manifestação divina.” O índice aponta para outra coisa; o símbolo não aponta para outra coisa mas representa esta coisa; a manifestação não aponta e não representa, mas mostra as qualidades desta coisa. A natureza tem uma tipo de voz que aponta para além dela – para um criação e um criador.
 
4 – Em Nárnia, a mata, os rios, o sertão, etc, têm significados e valores; renova nossa humanidade e devem ser preservados também por esta razão, se não por nenhuma outra.
 
5 – Para Lewis uma arvore nunca é meramente uma arvore a ser explorada e, portanto, precisa de toda consideração e cuidado. O desmatamento, o agronegócio e a exploração não sustentável é exposta em Nárnia e nas ficções cientificas. A pegada ambiental deve ser uma preocupação de todos.
 
6 – Um dos mais importantes ideais da mordomia, da agricultura e do cuidado com a natureza é a alimentação local. O alimento deveria ser consumido em parte pela comunidade que o produz e que tem uma preocupação com a saúde da terra no qual ele cresce.
 
7 – A tecnologia deve ser usada de forma sábia e não destruidora. No coração da sustentabilidade deve existir um reconhecimento das limitações da natureza e a disposição para a submetermos a práticas normativas.
 
8 – Quando violamos as leis da natureza ela se voltará contra nós em todas suas manifestações e nos destruirá. A visão materialista, cientificista em que tudo pode ser reduzido e se tornar um componente físico levará a destruição da humanidade. Uma estrela não é apenas uma bola de gás em chamas – mas isto é de que ela é composta.
 
9 – Se não existem valores transcendentes, cada um pode criar seu sistema moral e nada poderá avaliar o que é o melhor para a sustentabilidade da natureza. Assim, qualquer argumento em defesa da ecologia, conservação ou preservação desaparece.
 
10 – A visão de Lewis é de um mundo cheio de vida, bondade e propósito; rico de valores, e entrelaçado de relações éticas. Sua visão da natureza é encantada por espíritos que vivem nas árvores, rios e montanhas. Até mesmo aqueles que discordam de sua visão teísta, podem apreciar sua perspectiva ecológica. Lewis talvez citaria o que escreveu em Milagres
 
"Saia, olhe para trás, e então você verá ... esta catarata surpreendente de ursos, bebês e bananas: este dilúvio imoderado de átomos, orquídeas, cadeias, cânceres, canários, pulgas, gases, tornados e sapos. Como você poderia pensar que esta era a realidade suprema? Como você poderia pensar que era apenas um cenário para o drama moral de homens e mulheres? A natureza é ela mesma. Não ofereça nem adoração nem desprezo.”
 
E finalmente, concordaria com as palavras do salmo 19:1:
“Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.”
 
 
Doutor em engenharia elétrica pela Universidade de Manchester, na Inglaterra, é pesquisador e professor na Universidade Federal de Itajubá, MG. É originário do Vale do Pajeú e é torcedor do Santa Cruz.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.