Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

18 anos para ler um livro

Guardo com alguma desconfiança um conselho de um editor experiente: “Não publique para os seus amigos”. Primeiro, assustei-me com a sentença. Depois, a equação – não a sentença – fez sentido. Ninguém tem tantos amigos a ponto de vender uma tiragem qualquer de um livro nem, menos ainda, um catálogo inteiro.

A receita é simples. E não precisa ser um gênio para entender os ingredientes: “publicar com base nos 3 ‘S’ – simple, short & stupid”. Conto com a imaginação do leitor para poupá-lo da tradução, que, certamente, diminuiria a força da prescrição.

Tal conselho me foi dado em 1997. Mesmo ano em que a Editora Ultimato tentou, pela primeira vez, publicar C. S. Lewis – Surpreendido Pela Alegria –, ainda inédito no Brasil daqueles dias1. Guardo algumas folhas rotas de fax que testemunharam nossa saga, ela mesma, digna de um livro. Dois anos depois, conseguimos os direitos de publicação da “Trilogia Cósmica”2 (“Além do Planeta Silencioso”, “Perelandra” e “Uma Força Medonha”), que, como o leitor sabe, não publicamos. Como as folhas de fax, amarelamos.

Tomamos fôlego e, em 2003, numa disputa renhida, não apenas perdemos os direitos sobre a primeira biografia de C. S. Lewis publicada no Brasil – “O Mais Relutante dos Convertidos”3 –, como também pagamos a sua tradução, que nunca veio a público.

A quase extinção dos aparelhos de fax não nos fez desistir do autor das "Crônicas de Nárnia". Em 2005, publicamos uma edição primorosa das leituras diárias de suas obras clássicas, como “Cristianismo Puro e Simples”, “Cartas de Um Diabo a seu Aprendiz”, “O Problema do Sofrimento”, entre outras: Um Ano com C. S. Lewis.

Enfim, em março de 2015, passados 18 anos de tentativas frustradas, Ultimato publica Surpreendido pela Alegria. É o que se pode chamar de C. S. Lewis sem intermediários. Para Alister McGrath,4 não apenas um livro sobre a vida de Lewis, mas “um livro sobre o sentido da vida”. O primeiro de cinco títulos que esperamos publicar nos próximos dois anos. E, claro, vou distribuí-los todos com meus amigos. Que são poucos...



Notas

1. Publicado no Brasil pela primeira vez, em 1998, pela Editora Mundo Cristão.
2. Editora Martins Fontes, 2011.
3. Editora Vida, 2006.
4. Autor de “Conversando com C. S. Lewis” (Pórtico Editora) e “A Vida de C. S. Lewis” (Mundo Cristão).

É diretor editorial da Ultimato.
  • Textos publicados: 198 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.