Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Salve a nação brasileira!

Quero falar, quero escrever, quero respirar algo que me faça bem, algo saudável que me faça sentir que a vida vale a pena, que o riso ainda existe, que o sonho persiste e que é possível não ser triste. Chega de notícias ruins, de acidentes e desastres, de confusões e retaliações. Mas parece que hoje nem dormindo a gente tem paz, pois cada dia vem com uma novidade, uma arbitrariedade, uma ameaça, trapaça e maldade. Mas eu gostaria que não fosse assim.

Quando parece que estamos em paz, alguém anuncia guerra e avisa que vai acontecer algo, que vai ocorrer mais uma invasão, que o Brasil está indo para a destruição, que esse governo é uma mera ilusão. E as discussões começam, ou continuam no Congresso Nacional com todo tipo de baixaria, com gritos e apartes, palavrões e provocações. O novo governo pretende colocar ordem nessa casa com uma proposta de moralização e de mais cuidado com os gastos públicos, com uma boa educação e uma saúde que melhor atende a classe mais pobre. Mas sempre tem alguém que é do contra, alguém que é oposição. Partidos que até bem pouco tempo estavam no Governo e deixaram o País nesta situação caótica agora são contra tudo e estão dispostos a prejudicar os programas do novo governo.

Fiquei estarrecido quando vi deputados serem contrários às mudanças na educação pública (me aposentei na educação pública e sei como é a situação lá), políticos que são contra cantar o Hino Nacional nas escolas e hastear a nossa Bandeira, são contra o patriotismo e o nacionalismo. Por outro lado, países que se preparam para a guerra, ditaduras sanguinárias, miséria e ameaças. Povo na rua, gritos e alardes, envolvimento de outros países como está ocorrendo na vizinha Venezuela. Meus Deus, até onde vamos parar com esse desatino?

Parece que o ser humano não tem limites na sua imaginação maligna, nos seus poderes malvados, desalmados contra os menos favorecidos. Ficamos sem entender e sem saber as razões desta calamidade. Muitos apelam para as profecias bíblicas e dizem que isto é um sinal dos tempos do fim, ou do final dos tempos. No meio de toda essa mixórdia, com tanto terror exposto e ameaças de guerra, eu gostaria de escrever, de respirar algo que me faça bem, algo saudável que me faça sentir que a vida vale a pena, que o riso ainda existe, que o sonho persiste e que é possível não ser triste. Quero olhar e ver algo novo brotando do chão, quero ver a flor em botão e fazer um verso em forma de canção. Mas cada vez que me atualizo com as notícias vejo o ódio na face num desenlace, na confusão do dia a dia, num olhar que comunica tristeza e faz o meu dia mais triste. Não posso me acostumar com isto.

Não é este o caminho que abri, que construí e por onde pretendo passar. Quero ver de novo aquele olhar e mergulhar naquele sorriso que inspira os meus versos e me faz sentir que vale a pena viver. Que este seja apenas um momento de transição, talvez pelo início do novo governo que veio disposto a mudar o nosso País. Espero que esse tempo passe e que a paz volte e que, finalmente, possamos cantar o nosso hino com alegria e orgulho como se fazia antigamente quando os militares governavam o nosso País. Precisamos de paz, precisamos amar e respeitar a nossa bandeira, o nosso símbolo maior. O Brasil está mudando e precisa mudar cada vez mais e se intensificar na sua postura de país gigante, pátria livre, rica e altaneira. Salve a nação brasileira!
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 445 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.