Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Resoluções de ano-novo

Sempre que mais um ano chega ao fim o reveillon costuma ser encarado com boas expectativas, bem como felicitações e confraternizações marcadas por gestos e palavras de altruísmo e boas aspirações.

Fazem parte desse contexto as resoluções que fazemos, ao traçarmos metas, planos e projetos para o novo ano que se inicia.

Inicialmente essas metas são alimentadas com redobrado ânimo e motivação quase sem limites, pois concentramos energias mentais auspiciosas e somos tomados por sentimentos e emoções positivas frente ao "novo tempo" que se descortina.

Assim, nossas listas de mudanças ou hábitos que visam trazer benefícios e transformação de vida são seguidas à risca com muito empenho.

Nessa nova agenda diária geralmente estão: mais atividades físicas ou boa dieta, melhorar os relacionamentos interpessoais, dedicar mais tempo aos familiares, valorizar práticas humanitárias.

Separar mais tempo para oração, estudo da Bíblia e evangelização também costuma ser prioridades para muitos em detrimento de tempo antes desperdiçado (com futilidades da internet, televisão etc.), assim como maior gestão financeira e melhor desempenho profissional são tidas como fundamentais.

Mas à medida que os dias, semanas e meses passam, parece que muitos de nós retornam ao mesmo ponto de partida, sentindo que pouco avançou ou não saiu do lugar.

Além disso, muitas pessoas ou lares já começam o ano em grande aflição e sofrimento: tragédias, acidentes, enchentes ou alagamentos, perda de entes queridos, desemprego, doenças, fome etc., constatando que as vicissitudes da vida num mundo imperfeito não poupam nem mesmo os mais precavidos.

Enquanto neste ano muitos viverão a realização do sonho de casamento, nascimento do filho, primeiro emprego, aprovação no concurso público ou vestibular (ENEM), outros infelizmente viverão a dor do divórcio, rejeição, desemprego, luto, fracasso, injustiça etc.

Mas não esqueçamos: estamos peregrinando rumo ao verdadeiro lar, mas enquanto caminhamos não façamos da nossa "casa provisória" um espaço descartável e sem valor, onde o meio ambiente seja visto sem valor ou importância ou as pessoas pelas quais Cristo Jesus morreu ignoradas.

Sejamos representantes de Cristo no ensino da Palavra, alívio dos sofredores, acolhimento dos excluídos e compartilhemos os valores do reino de Deus nos corações.

Vivamos com os pés no chão, mas com a mente naquela eternidade que já se inicia hoje quando a presença de Cristo no coração se faz realidade. Este mundo de pecado não é nosso definitivo lar, pois Lá (novos céus e nova Terra) está o nosso Tesouro.

Embora a ideia de "ano novo" não passe de uma fantasia temporal (em razão da simples mudança de data em nosso calendário e a volta completa da Terra em torno do sol), ainda assim podemos enxergar esse período de transição como uma dádiva e oportunidade de recomeços, conquistas ou concretizações de metas e planos em consonância com a vontade de Deus.

Prezado leitor, neste novo ciclo, desejo para que você faça suas resoluções de ano novo com alto nível de determinação e profunda dependência de Deus, pois certamente avançarás na direção do êxito dos seus empreendimentos.

Renove sua mente com as promessas da Palavra de Deus e permita-se ser preenchido pela presença do Espírito Santo, buscando harmonizar seus planos e sonhos com os propósitos do Seu Criador.

Dessa maneira, mesmo não havendo garantia absoluta de que tudo dará certo, você terá a certeza de que Deus estará no comando e as coisas que fogem ao nosso controle são mínimas para o Eterno Onipotente.

Renovação é como reforma, pois exige renúncia e implica em perda, desapego, ruptura, sofrimento, abandono de velhas coisas ou hábitos antigos.

Nesses tempos de tantas informações e farto conhecimento disponível, nos lembremos de que Deus está mais interessado em satisfazer nosso anseio espiritual nELe pela comunhão do que em preencher nossa sede intelectual – embora não sejam mutuamente excludentes.

Tenho reconhecido diante de Deus de que preciso mais de aperfeiçoamento constante de caráter e batismo diário do Espírito santo do que conhecimento e informação. Mas ciente também de que Jesus é a principal solução tanto para minha ignorância espiritual e intelectual quanto para a transformação plena do do meu ser. Eis minha meta.

Enfim, como disse um grande amigo, "nessa nova página que será escrita em nossas vidas, que tudo seja digno de ser lido pelos olhos de Deus." Digo mais: sejamos apenas a pena em suas santas mãos a escrever nas páginas do tempo uma nova história em nós - para Sua honra e glória!

"[...] Esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus. " Filipenses 3:13-14

"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." Romanos 12:2

Feliz 2022
Alagoinhas - BA
Textos publicados: 32 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.